segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Crítica | "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho"

Nas últimas semanas, recebemos a notícia de que "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" foi o escolhido para representar o Brasil no Oscar 2015.

O filme originou-se em um curta de 12 minutos e não apresentou muitas novidades como longa-metragem.

Sucesso de visualizações no Youtube, já sabíamos o que esperar dele.

O que mais me encantou na produção, com direção de Daniel Ribeiro, foi a delicadeza com que a história é apresentada. A sutileza dos diálogos e a trilha sonora perfeita, tornam o foco central da trama ainda mais saboreável a quem assiste.

E engana-se quem pensa que tal foco seja um romance gay. O filme é bem mais que isso!

Um roteiro recheado de causas passíveis de discussões, porém, extremamente bem construído, de forma a nos presentear com sutileza, ficando - bem - longe de qualquer provável "militância".

Trata-se de conquistas, quebra de paradigmas e, principalmente, descobertas!

Um protagonista cego, vítima de ataques constante dos colegas e, apoiado apenas em uma melhor amiga, começa a ver sua vida mudar com a chegada de um novo aluno.

A inocência da relação e a evolução da mesma nos envolvem completamente e o fim chega sem que a gente se dê conta.

As atuações não são brilhantes, mas esse detalhe fica em segundo plano diante da riqueza do que temos diante de nós!


Concorreram à indicação, 18 filmes, sendo eles: "Amazônia", "Dominguinhos", "Entre Nós", "O Exercício do Caos", "Getúlio", "A Grande Vitória", "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho", "O Homem das Multidões", "Jogo de Xadrez", "O Lobo Atrás da Porta", "O Menino e o Mundo", "O Menino no Espelho", "Minhocas", "Não Pare na Pista - A Melhor História de Paulo Coelho", "A Oeste do Fim do Mundo", "Praia do Futuro", "Serra Pelada" e "Tatuagem".

Não assisti todos, mas ainda apostaria na indicação de "Entre Nós".

E vocês, o que acharam do filme? E de sua indicação? Deixem suas opiniões aqui nos comentários pra gente!

Beijinhos! *___*

Sobre o Autor:
Liza Alvernaz | Eliza Alvernaz |  Twitter - Skoob
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Roteiro cliche, atuação mediana. Bem mas beem aquém do necessário para um indicação ao oscar!

    O que salva o filme é a trilha e a fotografia, mas, mais uma vez, fica aquela enorme interrogação sobre os critérios para a escolha do filme nacional!

    Se a intenção era mostrar um relacionamento homoafetivo com ar de naturalidade, tudo ok. Se a intenção era tentar levar um filme nacional ao tão sonhado oscar, até a indicação ao mesmo parece ter ficado, mais uma vez, no sonho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme me encantou em muitos aspectos, como eu disse, me prendeu na sutileza. Concordo categoricamente quanto à atuação mediana e, ainda mais, quanto à indicação. Uma pena!
      Seguiremos mesmo no sonho... E olha que foi um ano de bons filmes nacionais! =/
      Obrigada pelo comentário! <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©