quinta-feira, 6 de novembro de 2014

DIVÃ(ndo) com... Vívian Lemos!


Olá!!! 

Hoje começamos o “DIVÃndo com Máhmis Costa" e a nossa primeira convidada é uma pessoa muito especial!

Ela é linda, talentosa, carismática e tem uma voz que encanta todo mundo! Tem 27 anos, nascida em Londrina, mas atualmente morando na Praia Grande-SP. Canta desde pequena e participou da segunda temporada do The Voice Brasil. Ela vem aqui para falar um pouco de sua carreira e vida pessoal.

Venham conhecer um pouquinho mais da nossa querida...  Vívian Lemos!



Bom, vamos começar perguntando o básico: Como surgiu seu amor pela música, e quais são seus grandes ídolos e incentivadores para exercer essa profissão?

"Quando eu tinha uns 3 ou 4 anos ouvia muito uma fita que minha mãe tinha dos Carpenters. Eu cantava, dançava e foi aí que começou minha paixão pela música. Na pré-escola eu já cantava para os colegas de sala, a pedido da professora e nas comemorações da escola, festas juninas, etc. Profissionalmente comecei aos 10 anos, em uma banda de baile.

Meus incentivadores para exercer a profissão sempre foram meus pais e minha irmã, mas agora minha maior torcida é a do meu filho. rs


Sou influenciada por muitos artistas incríveis.

Pra mim, Michael Jackson era um artista único. Cantava, dançava, compunha e produzia tudo extraordinariamente bem. Amy Winehouse tinha uma lágrima na voz que sempre me toca quando a ouço. Me identifico com a Adele nas influências e na naturalidade, ela nunca faz força pra ser o que não é. Elis Regina foi e sempre será a melhor cantora do Brasil. São tantas! Amo Coldplay, Ana Carolina, The Script, Queen, Ed Motta, The Beatles, Elton John, O Rappa, Djavan, Caetano, Cazuza, Legião Urbana, The Police, Emicida, Barão Vermelho,  Lenine, Ivan Lins, Guilherme Arantes,  Paulinho da Viola, Marisa Monte, Roupa Nova e as maravilhosas "acrobatas vocais" Jessie J, Christina Aguilera e Beyoncé.  Também adoro country americano e no Brasil o sertanejo romântico e o de raiz. Amo musicais! Meus gostos são variados e essa mistureba musical é uma grande parte do que me influencia na hora de cantar e compor. Por fim, porém não menos importante, amo as músicas do Roberto Carlos. Um desejo que eu tenho é conseguir cantar com ele no especial de Natal dele na Globo. Espero que eu consiga ficar famosa o suficiente antes que acabe. Hahahahaha!"

Como foi a experiência de participar do The Voice? Como foi lidar com a eliminação precoce, sabendo você que tinha tanto talento para mostrar ainda no programa?


"Eu assistia ao The Voice de outros países, (confesso que não tenho tido mais tempo), sou super fã. Não deixa de ser um reality, porém o intuito é realmente dar visibilidade a bons artistas e não fazer palhaçada. Lógico que televisão é entretenimento e não podemos nos deslumbrar demais, mas é uma chance. Foi a oportunidade pela qual eu esperei muito tempo. Eu estava fora dos palcos há mais de quatro anos, desde que meu filho havia nascido e precisava voltar de alguma forma. Quer melhor do que em rede nacional, em horário nobre ainda por cima?! rs

Passei por todos os estágios da raiva/luto naquele dia, em cima do palco e nos bastidores. Depois passou.

Até hoje ninguém entende, nem eu entendi na verdade. Ficou aquela incógnita. Eu poderia ter feito muitas coisas legais. Mas eventualmente todo mundo sai e somente um ganha. Então não adianta chorar pelo leite derramado. Eu faço o melhor com o que eu tive de exposição na mídia por causa do programa. É isso. :) "

Você esta acompanhando essa nova temporada do The Voice? Tem algum favorito?


"Olha. Eu acompanho o máximo que consigo. Não tenho um favorito disparado. Somente algumas pessoas que eu gosto bastante.

Lui, Leandro Bueno, Deena, Maria Alice, Carla Casarim (que eu conheço desde pequena), Dudu Filetti, Edu Camargo (que eu também conheço), Kim... Tem mais, mas eu não lembro agora. Eu sempre deixo alguém de fora e lembro depois. Hahaha!"

O que você acha que é necessário para um cantor fazer sucesso hoje em dia?


Se formos falar do que toca massivamente hoje em dia, nas rádios brasileiras seria, na maioria, uma mistura de algum talento, carisma e muito investimento em dinheiro.

"Mas eu ainda sou daquelas que acredita na mistura igual e homogênea de talento, carisma, inteligência e autenticidade. Existem muitos no nosso país. Alguns fazem sucesso. A maioria não.

A verdade é que as ferramentas de mídias sociais vieram pra demolir as barreiras entre os artistas e os amantes da música. Não existe canal de comunicação mais justo e democrático.

Claro que aquele caminhão básico de dinheiro pra investir também é ótimo,  porque carreira nenhuma decola estratosfericamente sem investimento. rs

Mas a internet ta aí como vitrine para os grandes talentos escondidos pelo mundo que não têm a sorte de ter os contatos certos, um grande investidor ooou ser filho de famosos/poderosos. Isso pode ajudar bastante, também! Hahaha!"

Agora vamos falar um pouco da vida pessoal... Nós sabemos que você tem um filho muito lindo! O que a maternidade representou, e representa, em sua vida?


"O Lucca é minha vida. Meu companheirinho, parceirinho, amiguinho, meu principezinho.

É difícil cuidar dele sozinha e ter uma carreira artística, a logística é bem complicada,  mas eu agradeço à Deus todos os dias por ter ele comigo. Ele foi um presente. Como ele mesmo me disse uma vez, numas dessas conversas que a gente tem antes de dormir. Ele nasceu pra me amar e eu nasci pra amá-lo. Nossa família é pequena e perfeita do jeito que é."

Você tem uma personalidade forte e é muito sincera. Gostaria de saber o quanto essa personalidade já te ajudou e prejudicou na sua carreira, ou até mesmo em sua vida pessoal.


"Eu sou sincera mas não chego a ser grosseira com as pessoas, então não me causa problemas. Meus fãs, meus amigos e as pessoas que trabalham comigo, todas experimentam vários níveis da minha sinceridade e meu humor meio sarcástico e escrachado. Depende do nível de intimidade também, né. Não sou tão sem noção.  Eu acho... hahaha! 

Geralmente dou minha opinião e não me importo muito se incomoda. Sou à favor da liberdade de expressão. Fora o ódio desmedido de pessoas loucas da internet, os famosos haters. Aí já não concordo. Acho bem ridículo, aliás. Falta de educação e uma pia cheia de louças pra lavar... 

Voltando à minha personalidade...rs

O único problema que eu tenho é não ser blasé. Eu não sei querer muito uma coisa e não demonstrar. Fazer cara de paisagem. E se eu quero, eu quero muito e quero pra ontem.


Parece que pra conseguir as coisas com as pessoas no meio artístico você tem meio que  parecer não ligar muito, que aquilo nem é tão importante pra você e que você consegue em qualquer outro lugar,  com qualquer outra pessoa. Pois é. Eu não sou muito boa em fingir. Esse é meu problema em ser sincera, verdadeira, ansiosa e ter personalidade forte. Hahaha!"

O que realmente te tira do sério? Algo que você não tolera e não tem paciência de forma alguma.


"Que subestimem minha inteligência, discurso condescendente, gente que acha que sabe tudo, falsa humildade, falso moralismo, falta de honestidade, gente que promete e não cumpre, erros de ortografia e a sujeira que a minha cachorra faz no sofá quando não tem ninguém em casa. Hahaha!"

Como você se vê daqui a 10 anos? O que você espera do seu futuro?


"Velha e rica. Hahaha!! 

Então... Espero continuar a fazer o que eu amo, que a minha voz e minha música toque a vida das pessoas, aqui no Brasil e esperançosamente, no mundo.


Ah. E que meu filho esteja focado nos estudos e não nas meninas. Inshalá. Hahaha!"

Quais são os seus novos projetos de carreira e o que podemos esperar da Vivian Lemos nos próximos meses? Vem novidade por ai?


"Eu estou com um projeto bem legal pra lançar uns vídeos de covers e clips das músicas autorais. Quem tá comigo nessa é meu amigo e também cantor mega talentoso, Leo Chaves. Ele tem uma produtora de vídeo e estamos trabalhando na escolha das músicas e nos roteiros. Eu conheci o Léo nas audições do The Voice e ele virou uma dessas amizades que ficou pra vida.

O EP ainda não saiu, mas está nos planos pra um futuro próximo.

Quero mesmo é continuar fazendo shows e estar em contato com os meus fãs lindos que estão sempre comigo. Amo vocês, tchutchucos."

Agora irei fazer um joguinho báááásico, onde VOCÊ será a técnica. Vamos  imitar o The Voice e inverter os papéis: Você vai escolher quem continua no seu time, e o porque da escolha. Preparada?


Primeira batalha: Renato Russo X Cazuza

"Renato Russo."

Anitta X Valesca Popozuda

"Me desculpem os fãs, respeito o gosto de cada um e à elas como profissionais, mas pra mim, em questão de gosto pessoal, as duas perdem de W.O."

Ivete Sangalo X Claudia Leitte

"Pow. Perguntar isso pra The Voicer é sacanagem. Hahaha!
Essa eu passo, repasso e prefiro a torta na cara do que o ódio dos fãs bombas das duas. Hahaha!!!"

Sandy X Wanessa

"Sandy. Porque quem nunca cantou e dançou "Qui co cê foi fazer no mato, Maria Chiquinha", "Power Rangers" e "Dig Dig Joy", não teve infância! Hahaha!!"

Beatles X Rolling Stones

"Putz. Amo os dois. Mas Beatles é vida."

Biscoito X Bolacha

"Hahaha! A única questão em que eu e Amanda Amado não concordamos é essa. Questão difícil e polêmica, inspiração para o apelido de Nenê Oliveira a.k.a. Bixxxcoito.... Mas eu sou Paraná e pra mim é bolacha e ponto final. rs"


Nós gostaríamos de agradecer muito sua participação, a sua sinceridade e principalmente por esse talento que faz muito bem aos nossos ouvidos. Desejo muito sucesso na sua carreira e que continue essa simpatia que nos agrada tanto!

Para finalizar deixe UM LIVRO e uma MÚSICA que marcou a sua vida de dica para nossos leitores.

"Livro: 50 Tons de Cinza. HAHAHAHAHA! SQN!

Sério agora. rs.

'Great Expectations', do Charles Dickens. Li quando criança e foi um dos livros responsáveis por me fazer a pessoa viciada em leitura que eu sou.

Música: 'Hey Jude', dos Beatles; 'Paciência', do Lenine; e 'The Man That Can't Be Moved', do The Script.


Ah, e todas do Coldplay. Parei. Pronto. Hahaha! Vocês não esperavam que eu escolhesse só uma né?! Logo eu! Pffffff! rs."



Obrigado Vivian, a equipe do Epifania agradece a atenção!!!


Sobre o Autor:
Liza Alvernaz | Máhmis Costa |  Facebook
Marcelo pros familiares, Máhmis pros amigos e Bee pros mais íntimos. São Paulino, Paulista e Paulistano, alucinado pela selva de pedra. 25 primaveras, mas apaixonado pelo inverno. Curioso, intenso, falador, crítico e palpiteiro de plantão. Traz um cigarro e uma caipirinha que quem sabe ele te conta o resto depois.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. fabiana barricelli6 de novembro de 2014 17:31

    Parabéns beeee amei.....

    ResponderExcluir
  2. Que a nova coluna seja um sucesso! Arrasaram!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©