quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Qual a melhor escola para meu filho?

Início do ano letivo se aproximando e se tem algo que deixa as mães enlouquecidas é: 

                                                      “Qual escola escolher para meu filho?”




São muitas as questões que permeiam essa dúvida, contribuindo para que mais confusos nós fiquemos. Mas, calma! Embora seja uma tarefa delicada, há itens que podem contribuir para que uma boa escolha seja feita, diminuindo os riscos de arrependimentos futuros. Seja pública ou privada, você tem o direito de conhecer a Unidade Escolar que irá receber seu filho e fazer parte de boas horas de seu dia-a-dia.

As normas municipais muitas vezes não nos deixam muita escolha, fazendo com que tenhamos que colocar nossos filhos na Unidade mais próxima de casa. Mesmo assim, você pode – e deve – estar atento à rotina de seu filho e sinalizar, a qualquer momento, sua insatisfação. Buscando, junto da equipe pedagógica, encontrar melhorias na educação do seu pequeno.

Caso opte por uma Unidade privada, você tem a liberdade de escolher a que melhor se adéqua às suas perspectivas. Mas, como fazer esta escolha?

Vamos conferir?

Se seu filho está iniciando a vida escolar, a primeira – e mais importante, acredito – questão que deve ser colocada em pauta é:



"Como eu espero que meu filho seja educado?"



É necessário ter em mente que a escola deve ser uma extensão da educação que você dá a seu filho em sua casa. Escolher algo que destoe totalmente de seus valores, apenas servirá para tumultuar a cabeça dele.


Para ter ciência da filosofia da escola, e descobrir se ela está de acordo com o que você acredita ser fundamental na educação da criança, é necessário visitá-la antes da matrícula e conversar com a Pedagoga, fazendo perguntas que te levarão a entender o mecanismo e os valores da Unidade escolhida.

O que posso perguntar e observar em minhas visitas pré-matrícula? 

“Como a escola lida com situações e questionamentos inusitados vindos por parte do aluno?” 

- Crianças são um poço sem fim de imaginação e aprendizado. Perguntas inusitadas e até inconvenientes, podem surgir a qualquer momento da aula. Algo que escutou de um adulto em casa, que viu na televisão, ou até mesmo que criou em sua cabeça. Como a professora lida com isso em sala de aula e, principalmente em frente aos demais alunos?

“Como lida com a indisciplina do aluno?”

- A forma de educar e repreender está de acordo com o que você acredita ser o certo e ideal?

“Nos anos iniciais, é priorizado conteúdo ou a criatividade do aluno?”

- Não é incomum escolas, já nos anos iniciais, priorizarem conteúdos, deixando de lado práticas simples da Educação Infantil como: brincar, estimular coordenação motora, socializar, etc. É importante perceber se uma prática não está deixando outra de lado. Deve haver equilíbrio para que a criança não tenha seus anos iniciais prejudicados. Pular fases não é o ideal!

“Como é trabalhado a independência, a liberdade e a autonomia do aluno?”

- Seu filho está saindo de casa, aonde recebe um tipo de cuidado, para a primeira grande socialização da vida dele. É importantíssimo que a autonomia e independência do aluno sejam trabalhadas, mas isso não pode ocorrer de forma abrupta e forçada.

“Como a individualidade de cada aluno é respeitada?”

- De uma vez por todas: nós não somos iguais! O fato de estarem entrando pela primeira vez em uma escola, não faz com que todos sejam iguais! Cada aluno, por mais novo que seja, traz consigo uma bagagem familiar, uma identidade que TEM de ser respeitada. Nem toda menina gosta de boneca, nem todo menino gosta de azul, nem toda criança gosta de abraço, nem toda criança gosta de BRINCAR. Essas, e mais uma infinidade de particularidades devem ser respeitadas e trabalhadas da forma mais natural possível. Infelizmente é bem comum escolas não respeitarem tais tipos de questões. Fique atento!

“Com as mudanças no paradigma familiar, como são tratadas as datas festivas, tais como, Dia dos Pais e Dia das Mães?” 

- Essa parece ser, em primeiro momento, uma questão desnecessária. Mas na verdade, trata-se de uma das melhores maneiras de entender os valores trabalhados na Unidade. Escolas tradicionais, com resistência à acompanhar as mudanças no cenário familiar, tendem a manter comemorações específicas que podem constranger a família que não se enquadrar no modelo “engessado” imposto nas festividades.

Todo pai tem direito a conhecer a filosofia, a proposta pedagógica e o regimento escolar da escola pretendida. Não tenha vergonha de perguntar! 

Informe-se, ainda, a respeito do professor que irá receber seu filho. Embora pareça surreal, é bem comum unidades privadas disponibilizarem professores sem capacitação necessária, e mínima, exigida para lecionar!

Professores de Educação Infantil e anos iniciais devem ter Curso Normal (Magistério) e/ou Pedagogia com licenciatura plena. Professores especialistas, sem magistério NÃO PODEM lecionar para séries iniciais! Atentem-se a esse fato!

Feito isso, “passeie” pelas dependências da escola. Verifique se o espaço físico está de acordo com suas perspectivas. Se os banheiros são adequados, se o tamanho da sala de aula atende, com qualidade, o número de alunos recebidos. 

A partir daí, será possível verificar qual a Unidade que melhor atende seus ideais! Aí é só executar a matrícula e acompanhar a vida escolar de seu filho!

Gostaram das dicas? Foram úteis? Tem alguma dúvida?

Deixe suas impressões e opiniões pra gente nos comentários!

Beijinhos e até a próxima!

Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!

Comente com o Facebook:

21 comentários:

  1. Ooi, tudo bem?
    Não sei como é sentir esse negócio de desconfiança e tal, até porque não tenho filhos- longe disso, por favor! Mas tenho uma irmão e minha mãe convive com essa dúvida. Depois que ele entrou na escolinha, ele virou um menino bem mais educado e inteligente!
    Arrasou no post.
    Beijos,
    Ana!

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana! Obrigada pela visita e pelo elogio ao post! A escola, quando bem escolhida, pode mesmo modificar positivamente a vida de uma criança! Que bom que com seu irmão foi assim!
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi, Eliza!

    Não tenho filhos ainda, mas tenho uma prima de 6 anos que é quase como uma irmãzinha. Um dia desses saímos para ver uma escola nova para ela, que costumava estudar na mesma na qual me formei, mas que hoje em dia está bem diferente, sabe? A professora que essa minha prima tinha, a Gigi, parecia se divertir em constranger os alunos. Uma coleguinha chegou a fazer xixi nas calças dentro de sala de aula porque essa suposta profissional não a deixou ir no banheiro, um abuso! Chamava as garotas mais cheinhas de "gorda" e tudo. Não deu. Agora vamos colocá-la numa escola dedicada ao Ensino Fundamental, que dá muito mais atenção à suas crianças. Ela ficou bem feliz! De fato é importante sabermos onde colocamos nossos pequenos.

    Já segui o blog e curti a page. A sua visitinha é muito importante no Me Livrando, tá bem?

    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Celly!
      O que sua prima passou, infelizmente acontece em alguns lugares. Esse é um dos motivos que tornam tão importante o processo de escolha da escola. De qualquer forma, o que aconteceu com sua prima e os coleguinhas deve ser denunciado! Não podemos deixar que situações assim sigam acontecendo!

      Obrigada pela visita, com certeza irei conhecer seu blog! Beijoos

      Excluir
  3. Não tenho filho, mas acredito que essa deve ser uma pergunta bem difícil para a mãe. É tão difícil achar escolas boas hoje em dia. Tem que analisar muito bem, conhecer, e participar dessa vida escolar para ficar sempre a par de tudo, é o que eu acho :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certíssima Monique. O acompanhamento dos responsáveis é de suma importancia em todo processo escolar!
      Obrigada pela visita!
      Beijos

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Get reliable shifting service provider in Goa at Dealkare packers and movers.
    Packers and Movers in Goa

    ResponderExcluir
  6. Find SSC exam result and latest update at Find sarkari jobs.
    SSC Exam Result 2017

    ResponderExcluir
  7. If you are searching for an expert Website Design organization then ITSWS gives dependable and best Website Design at moderate costs and as per customer prerequisites in Lucknow city.

    Website Design in Lucknow

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©