quarta-feira, 18 de março de 2015

Sons do Brasil #10: PERNAMBUCO

E aeee, galerinhaa! Tudo trankilo com vocês?!

Aqui estou eu, Vic Lima, pra mais um episódio desse espetacular quadro da nossa coluna musical: Sons do Brasil! 

Adianto logo que hoje é um dia mais que especial pois falaremos sobre a minha amada terrinha! *___________*

Então, deixemos de conversa e vamos ao que interessa! Sem mais delongas, está no ar...



Como tava falando pra vocês, hoje vamos falar dessa terra que eu tenho maior orgulho de dizer que vim!

Localizado no centro-leste da região Nordeste, tem por limites: Paraíba, ao norte; Ceará, ao noroeste; Alagoas, ao Sudeste, Bahia, ao Sul; Piauí, ao Oeste; e o Oceano Atlântico, ao leste.

Quem me conhece, já sabe de onde eu tô falando! Mas agora com os limites ficou fácil de saber!

Estamos falando dela, "a terra dos altos coqueiros, de belezas soberbo estendal":


PERNAMBUCO!!!



Vários gêneros musicais surgiram no estado de Pernambuco ao longo dos anos, dentre eles podemos destacar o Frevo, o Manguebeat, o Maracatu, o Baião, o Xote, o Xaxado, o Coco, o Forró, a Ciranda... São muitas manifestações culturais, gente! Não é a toa que o estado é conhecido como um dos grandes representantes multiculturais do país.

E aqui no top 10, você vai poder ver de tudo um pouco também! Quer ver?!

Pra início de conversa, trouxe pra vocês ele que vem numa ascensão incrível na música pernambucana; ele que é um dos novos nomes da música do estado, e se destaca pela voz marcante junto ao forte acento sonoro de um pop bem elaborado: Romero Ferro! Ouçam "Arsenal", canção de sua autoria num feat com Zé Cafofinho, que conta com a participação especial de Jurema Fox, Mira Maya, O Conde, Victor Camarote, Cheila Gonçalves e Ni Do Badoque no clipe!


Seguindo, temos o som alternativo da banda Volver, que surgiu em 2003 na contramão do cenário que até então estava em alta no estado, que resgata a partir das ideias da Jovem Guarda, um estilo musical sessentista. A banda tem como frontman o excelentíssimo e excepcional Bruno Souto, que lançou seu primeiro álbum solo chamado "Estado de Nuvem" a 2 anos, em um projeto paralelo, e ganhou grande destaque no novo cenário musical brasileiro. A canção que escolhi trazer para vocês, chama-se "Dispenso" e faz parte do álbum "Acima da Chuva".



Por hora, temos ela, cantora, compositora e instrumentista que começou a vida artística como brincante no Maracatu Piaba de Ouro; integrou a banda Comadre Fulozinha; fez projetos paralelos em parcerias com Dj Dolores, como cantora principal e coautora; além de participações em álbuns de Siba, Mundo Livre S/A, Eddie e Cidadão Instigado... Gostou do currículo?! Essa é Isaar! Do álbum "Todo Calor", trouxe pra vocês a canção "Casa Vazia"! Venham curtir!


"Eii Vic, cadê o Reggae?!" Tá aquii, meu povo! E vem de um jovem garoto do agreste pernambucano que canta a alegria da vida, influenciado por melodias astrais, e cantarola a naruteza da poesia... Estou falando dele, Hercio Gouveia, ou simplesmente, Hercinho! A maior prova do que eu acabei de falar, está na canção "Baila Morena" que você poderá curtir abaixo! Natural de Garanhuns, Hercinho participou da primeira temporada do The Voice Brasil, e vem conquistando seu espaço na nova cena musical do país!


Trago agora pra vocês uma canção que toquei bastante quando era moleque e tinha minhas bandas de garagem: "Deixe-se Acreditar", da banda Mombojó! A banda formada na chamada geração pós-mangue, em 2001, foi um dos primeiros grupos brasileiros a disponibilizar um álbum para download gratuito na internet. A música da Mombojó flerta com ritmos diversos, como rock, bossa nova, lounge, surf music, jazz, samba e outras referências que se juntam para produzir um som melódico e único.


E agora temos ele que iniciou sua carreira artística lá em 1992, tocando rabeca e guitarra na banda Mestre Ambrósio: Siba! Cantor, compositor, instrumentista e produtor musical, Siba seguiu carreira solo após o fim do grupo em 2002, com o projeto "Siba e a Fuloresta", que unia ciranda, frevo, maracatu e cavalo-marinho. Artista versátil que não se prende a rótulos, Siba tem músicas gravadas por diversos artistas nacionais e junta apresentações em várias partes do mundo. Do álbum "Avante", ouçam, curtam e se deliciem com "Preparando O Salto"!


Com naturalidade dividida entre Bahia e Pernambuco, a cantora, compositora, percussionista, atriz e ilustradora, Karina Burh começou a desenvolver sua carreira musical fazendo participações em apresentações dos maracatus Estrela Brilhante do Recife e Piaba de Ouro. Em parceria com Isaar e mais outras musicistas, criou o grupo Comadre Fulozinha. Também integrou as bandas Eddie, Orchestra Santa Massa e Véio Mangaba. Nos últimos anos, vem trabalhando bastante e consolidando com êxito sua carreira solo. Pra vocês, "Eu Menti Pra Você"!


Há quase 25 anos fervendo seu caldeirão sonoro de punk rock, surf music, reggae, frevo e samba, a Eddie com seu balanço particular vem fundindo ritmos, criando novos ambientes e quebrando os paradigmas. Com sua música orgânica, que não segue padrões exatos, a banda pernambucana olindense é uma legítima representante da música popular urbana que se faz hoje no Brasil. Da Banda Eddie, resolvi trazer pra vocês uma versão de um dos frevos mais conhecidos: "É De Fazer Chorar", de Luis Bandeira.


Agora, trago pra vocês algo que eu considero e adjetivo como sendo extremamente e excepcionalmente MÍTICO! Vencedor do Prêmio da Música Brasileira 2009, na categoria Melhor Grupo Regional, o Fim de Feira traz nas suas composições os mais expressivos ritmos nordestinos, junto à criatividade da poesia de cordel produzida aqui no Nordeste brasileiro. Formado com a missão de homogenizar tradição com modernidade, unindo elementos do interior com a dos grandes centros, podemos encontrar com o Fim de Feira uma variação de ritmos que vai do baião ao carimbó, passando pelo coco, forró, maxixe, até chegar às referências do manguebeat. Ouçam, reouçam e deliciem-se com a explicação do termo Fim de Feira e com o medley "Coco Veloz/Tum-tum-tum".


Encerrando esse nosso top 10 (Ahhhhhhhhh :'( #TodosChoram), trago pra vocês, um cantor, compositor e percussionista, nascido em Belo Jardim, interior de Pernambuco, que começou a se interessar por música logo na sua juventude: Otto! Participante efetivo na formação das bandas Chico Science & Nação Zumbi e Mundo Livre S/A, começou sua carreira solo tendo inúmeras boas críticas pelo seu álbum "Samba Pra Burro". O trabalho de Otto tem em suas canções influências de música eletrônica e rap, além de frevo, samba, forró, gafieira e música romântica. Apesar de ter uma discografia sensacional, não poderia falar do Otto aqui sem a espetacular canção do álbum "Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos" (2009): "Crua"!


É isso gentee! Foi um prazer enorme apresentar e falar um pouco do enorme talento e diversidade dessa galera da minha amada terra!

Ficamos por aqui, até o próximo episódio!

Ahhhhh, se você perdeu ou quer rever algum episódio, segue a lista dos estados que já falamos por aqui... É só clicar nos nomes dos estados e você será direcionado para o respectivo top 10!

Já tivemos por aqui: CearáRoraimaMato GrossoMaranhãoAcreRio de JaneiroRondôniaPiauí e Distrito Federal!

Agora sim, até o próximo episódio, galerinha!

Sobre o Autor:
Liza Alvernaz | Vic Lima |  Facebook - Twitter - Soundcloud  |  Todos os posts do autor
Aspirante à aprendiz de músico. Pernambucano, Canceriano e há 21 anos fazendo e falando besteira. Aquele que entrou pela cota de "Copiloto, Sócio e Braço direito da Idealizadora do Blog".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©