domingo, 23 de agosto de 2015

Peter Pan - Filme Disney - Especial Infantil




Sinopse: No clássico do autor James Matthew Barrie, o menino que se recusa a crescer convida Wendy Darling e seus irmãos João e Miguel a voar (com a ajuda do pó mágico da fada Sininho) até a Terra do Nunca, um mundo de fantasia onde vivem sereias, Meninos Perdidos e o arqui-inimigo de Peter Pan, o pirata Capitão Gancho. Após participar de fantásticas aventuras Wendy decide voltar para casa, mesmo correndo o risco de perder seu primeiro amor para sempre...

Que filme lindo! Tô mais encantada com a história e muito feliz com a maneira como ela foi contada nesse filme da Disney. Primeiro porque é muito próximo do livro. Então, para quem conhece a vida de Peter Pan através do desenho, terá uma noção mais ampla da história mesmo do Peter. Segundo porque foi muito bem feito o filme. Os efeitos, o elenco e o desenvolver da história.

Fiquei muito comovida por ter falas praticamente iguais as do livro, o que aproxima ainda mais o filme do livro e traz mais veracidade para o que está sendo contado. Teve muitas horas em que lembrei mesmo do livro e foi como se eu tivesse relendo e novamente imaginando as situações e personagens.

Por ser filme, a Naná, por exemplo, não ficou tão próxima, pois, afinal, ela é uma cadela, mas em compensação, achei que a Senhora Darling ficou mais próxima do tom do livro. Infelizmente, não posso dizer o mesmo do Sr. Darling, Miguel e João.

Mas, para felicidades dos fãs do enredo, Sininho e Wendy estavam perfeitas no filme. "Vestiram a camisa" e fizeram o papel certinho. Souberam mostrar bem o jeito, personalidade, manias das apaixonadas por Peter.

Inclusive, algo que me chamou muita atenção no filme foi a questão de Peter e Wendy parecerem de fato um casal pré-adolescente apaixonado. Pois no livro mostra o interesse, mas não chega a ser um quase romance não, já no filme fica muito claro um sentimento de amor de um casal jovem, que está descobrindo o que é paixão. Não me incomodo com isso, acho até que fez o filme ficar mais bonitinho, mas o livro não chega a tanto.



Sobre o Peter Pan, bom, o menino é lindo e bem como eu imaginava o personagem mesmo. Até algumas caras e bocas que ele fazia. Só achei essa versão menos prepotente, menos mandão e isso acaba influenciando na figura Peter Pan, pois mexe com a personalidade que o Barrie deu para seu personagem principal.

Já o Capitão Gancho, assim como o desenho, se mostrou completamente vilão, como se ele não tivesse motivos para não gostar de Peter ou como se não tivesse um lado bom, mesmo que escondido por baixo de seu gancho. Não vou dizer que muda muito do livro, mas posso reafirmar que este mostra um Gancho mais humano.

Achei realmente que as mudanças não mudaram a essência da história, afinal, já defendi aqui várias vezes e vou voltar a falar: não tem como ser 100% igual. Teve mudanças que até achei benéficas para o entendimento. Adorei a índia Tigrinha se apaixonar por João e não por Peter, diminuindo um pouco a bola do menino e ajudando no romance com Wendy e ciúmes da Sininho.

Indico com certeza. Para quem só viu o desenho, para quem só leu, para quem leu e viu o desenho. Peter Pan é um enredo lindo, quanto mais dessa singularidade das crianças, melhor!!

Estou muito ansiosa para o próximo filme sobre o personagem que sai em Outubro e nos conta como Peter foi parar na Terra do Nunca. O trailler é incrível e com certeza irei ver e vir aqui contar o que achei para vocês.


Até Outubro com mais Peter Pan!



Sobre o Autor:


Liza AlvernazNatalia Menezes |  Twitter  |  Todos os posts do autor
Amante de futebol, música, filmes e livros, sempre foi apaixonada por histórias, seja lá de qual maneira forem contadas. Ama tanto lidar com o abecedário em forma de frases e parágrafos, que acabou se formando em Letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©