sábado, 29 de agosto de 2015

Resenha | O Sócrates Real (Rogério Hetmanek)

Páginas: 165 / Autor: Rogério Hetmanek / Editora: Ponto Vital



Sinopse: Você Sabe?
Que Sócrates não existe como personagem histórico ou real por não ter deixado nada escrito? Que, ao dizer sei que não sei, ele revelou um autêntico saber? Que ele identificou na alma do ser humano o eu racional, com capacidade de entender a razão da própria existência? Que a célebre fraseconhece-te a ti mesmo não foi criada por Sócrates? E que ele deu a esta frase uma inédita interpretação? Que para Sócrates a busca do conhecimento daverdade é que justifica a existência da filosofia? Que existe grande diferença entre o que é a verdade para cada um e o que é a verdade como conceito universal? Sabe o porquê de Sócrates ter sido reconhecido pelo Oráculo de Delfos como o homem mais sábio de sua época?
Nesta obra você te acesso as razões destes e de outros questionamentos, e conhecerá os fundamentos que justificam o lançamento de O Sócrates Real.



O livro é dividido em 3 principais capítulos e através de relatos de vários estudiosos que buscam desvendar “O Sócrates Real”, conduzem nosso entendimento acerca da trajetória de Sócrates para que possamos construir sua imagem. 

A evolução do pensamento filosófico e científico, perpassa por diversos temas, como reencarnação, imortalidade e alma. 
Depois do crescimento da filosofia naturalista, o pensamento do homem passa a se voltar para o homem, graças ao amadurecimento da cultura e das condições sociais. Desta forma, a filosofia avança para o sofismo, porém, a persuasão e a falta de compromisso com a verdade, não comunicavam-se com o pensamento de Sócrates. Ele reprovou o abuso sofista do direito de duvidar, já que eles defendiam a ideia de que a verdade era relativa ao espaço e ao tempo em que o homem estaria inserido.
Nascido no Período Clássico, Sócrates viveu para manifestar seu pensamento. É considerado o fundador da filosofia como “ciência” e foi o primeiro a promover um pensamento racionalista. 
No período pré-homérico não havia separação entre “corpo” e “alma” e foi através da convivência com o conceito “morte” que o homem passou a pensar no invisível, e assim, pensar primeiro na alma e depois no corpo. 
A evolução intelectual da humanidade levantou diversas hipóteses a respeito do conceito de alma. Assim, Sócrates procurava conhecer o ser humano e sua natureza e dizia que: “o homem é a sua alma, uma vez que é a alma que o distingue de todas as outras coisas.” Acreditando que esta é nossa consciência moral e intelectual. 
“O Problema de Sócrates”, é construir um sujeito histórico, já que ele não escreveu nada. Seus pensamentos estão nos diálogos criados por seus discípulos.
Há os que acreditam que ele tenha sido apenas um símbolo, uma lenda desenvolvida por Platão, uma imagem poética para que a humanidade pudesse criar o modelo de um sábio. 
Independentemente de crenças e provas reais quanto a sua existência, a influência dos pensamentos socráticos, foram fundamentais para a evolução do pensamento da humanidade. Sócrates foi o protagonista nessa evolução, pois identificou a natureza humana e também a natureza divina do homem, a segunda, representada pela alma que promove o conhecimento do homem quanto a verdade sobre si. É preciso conhecer a si, para conhecer sua natureza divina. É preciso cuidar da alma, para chegar até a verdade sobre si. 
Desta forma, entendemos como o conhecimento invade a história e como cada geração influencia e corrige a próxima, fazendo com que a humanidade avance intelectual e emocionalmente. 
O livro mostra-se recheado de informações para todos os amantes de filosofia. Atendendo a nossas curiosidades e estimulando nosso interesse por tentar desvendar quem foi O Sócrates Real. 


_____________________________________________________________________________________________
Sobre o Autor: 
Liza AlvernazPit Larah |  Facebook - FanPage - Projeto
Autora do livro "Tribo do Amor", estudante de Pedagogia, dona da fanpage "Da tribo do amor" e idealizadora do projeto "Clube Literário Palavras ao Vento". Valenciana de coração, hiperativa por natureza, viciada em livros e séries, exageradamente intensa, um verdadeiro desajuste!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©