quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Resenha | Pausa: (Colleen Hoover)

Olá, gente! Dando continuidade a "preparação para a Bienal", hoje trago para vocês o livro "Pausa".


Espero que curtam bastante como eu curti lê-lo!! 




                                                 Métrica" - Autor: Collen Hoover - Editora: Record- Páginas: 304



Sinopse: Depois de testado por tragédias, proibições e desencontros, o relacionamento dos dois enfrenta novos desafios. A ex-namorada de Will retorna, arrependida de ter deixado o rapaz. E está disposta a tudo para reconquistá-lo. Insegura, Layken começa a ler novas razões nos comportamentos do rapaz. E na sua insistência para adiar a 'primeira vez' de ambos. Presos em uma ironia cruel do destino, eles precisam descobrir se o que sentem é verdadeiro ou se fruto da extraordinária situação que os uniu. 

Pausa é o segundo livro da trilogia e para nossa surpresa é narrado por Will. E não é a versão dele não. É a continuação da história, mas contada para nós por ele.
Primeiro de tudo: achei muito interessante essa mudança de narrador. Claro que ficamos curiosos para saber o que Layken está pensando, mas diante dos acontecimentos, dá para entender porque a autora quis que o rapaz narrasse essa parte da história.

O inevitável acontece: Julia morre e agora tanto Lake quanto Will tem a responsabilidade de criar os irmãos mais novos. Uma tarefa que acabam fazendo juntos, pois um ajuda o outro, um dá força ao outro. É uma nova fase da vida e do relacionamento deles e mais madura também. Nem sempre...

Apesar de agora estarem mais abertos a enfrentarem os problemas juntos, afinal, um precisa do amor do outro para seguir em frente e tentar sempre fazer o melhor para Kel e Caulder, a gente sabe que um mal entendido, originando desconfiança, pode fazer qualquer relacionamento que parece sólido começar a desmoronar.

Vou defender os protagonistas: eles são muito jovens e estão vivendo uma vida atípica para as pessoas de suas idades. Essas inseguranças podem ser compreensíveis.
Will está fazendo mestrado e para surpresa dele sua ex (que cortou seu coração logo apo a perda dos pais dele) está fazendo uma das disciplinas com ele. Toda fofa, querendo pedir mil desculpas e falando estar super arrependida, ela tenta reconquistar o rapaz. Ele, por sua vez, ama muito Lake e não quer nem saber da ex-namorada. Mas, tem uma atitude tipicamente masculina e que sempre dá em merda: esconder da namorada a presença da ex na sua vida.

Como eles estão num novo momento do relacionamento e agora já podem transar (vocês vão entender melhor ao ler), eles estão doidos para finalmente terem a primeira vez e quando está perto de acontecer... a ex (idiota, essa opinião é minha) resolve fazer ceninha, Will cai e Lake vê. Derrota total. Para ninguém ficar com raiva de Will, não acontece nada de mais, mas o que acontece é suficiente para sua namorada surtar, ainda mais que ele não conseguiu explicar o que realmente originou a cena e ela acaba descobrindo que ele está estudando com a ex.

Diante disso, ela começa a fazer vários questionamentos: será que ele me ama mesmo? Será que esqueceu completamente a ex-namorada? Será que está comigo por que passamos pela mesma situação? Será que está comigo por pena? Será que está comigo pelos nossos irmãos?

Enfim, sua cabeça dá um nó e ela pede um tempo para pensar e para que o Will pense em tudo que ele sente por ela para ter certeza desse amor.

Como ele a ama e como não consegue ficar longe dela também, ele conta com a ajuda dos amigos e dos irmãos mais novos para reconquistá-la e provar todo esse amor. E mais uma vez a poesia é parte fundamental para esse casal. (Amo mesmo essa ideia de ter poesia no livro. Hoover foi genial com essa ideia). Depois de uma apresentação incrível, ela percebe que seus medos e inseguranças eram bobagens.

O que parecia flores dura pouco, mas dessa vez não são os sentimentos que os separam e, sim, um acidente de carro. Mais uma vez Will vê a possibilidade de perdê-la e isso fere sua alma.

Os próximos capítulos são os mais angustiantes, principalmente porque é ele quem narra, mas nos faz torcer ainda mais por eles e querer que o final feliz chegue finalmente. Não vou me estender, porque não posso contar tudo, tem que ter partes que vocês mesmo possam conhecer, descobrir e desvendar.

Posso dizer que gostei muito do final. Digno de um grande romance e que Pausa é tão envolvente, delicioso e emocionante quando Métrica. Essa continuação é uma das mais geniais, apesar de simples, que já li. 

Sobre o Autor:

Liza AlvernazNatalia Menezes |  Twitter  |  Todos os posts do autor
Amante de futebol, música, filmes e livros, sempre foi apaixonada por histórias, seja lá de qual maneira forem contadas. Ama tanto lidar com o abecedário em forma de frases e parágrafos, que acabou se formando em Letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©