terça-feira, 19 de abril de 2016

19 de abril

Ainda me lembro quando deixei de acreditar na justiça humana. Foi também o que ocasionou para que eu percebesse o quanto nossa sociedade é corrupta e hipócrita. Aconteceu em 1997. Um índio foi morto queimado vivo. Lembro do choque, da tristeza e do quanto aquilo mexeu comigo. Parecia que era alguém da minha família. Foi fácil achar a foto dele no Google, se eu fechar os olhos mesmo depois de tantos anos, ainda consigo lembrar desse rosto. É claro que aos 12 anos já tinha visto casos de impunidade, desrespeito e preconceito muitas vezes. Mas este me marcou e me fez passar a ver um mundo que ninguém gostaria de ver. 

Hoje é dia do Índio e cada ano que passa, há 19 anos, eu lembro dessa história como se tivesse acontecido ontem. Mas nem todos lembram. Nem todos quiseram justiça, nem todos quiseram o fim de situações como estas. Lembrando de casos como estes fico me perguntando: onde está o judiciário - tão sedento por um país melhor - desde 97? Onde estão os cidadãos tão de bem que só querem justiça e fim da corrupção quando precisam pensar na vida e na família do Índio Pataxó? Onde estão as pessoas que usam o discurso do "Se" como "desculpa" para ter razão? 

Foi só um real a mais que veio no meu troco, não preciso devolver. Foi só por um carro que a pessoa saiu do seu cargo. Foi só uma mentirinha para faltar o trabalho. Era só um mendigo, por isso colocamos fogo nele. Só que nunca é só! Impregnado a esse discurso, que no fundo é de ódio, há o desmerecimento do outro e a construção de uma corrupção que pode não envolver dinheiro, mas envolve valores, envolve vidas que não poderão voltar. A verdade é que não percebemos essa corrupção. Digo mais, muitas pessoas não querem ver, preferem fingir. 

E aí eu pergunto: onde estão as pessoas que mataram esse índio? 

Vivendo melhores que vocês, que acham que a palavra corrupção só tem um sentido, livres e até chegaram a querer/fazer concurso público, mesmo não podendo por ser considerados criminosos. Não cumpriram nem o mínimo do que tinham que pagar pelo o que fizeram. Ano que vem faz 20 anos que tudo ocorreu e advinha o que vai acontecer??? A galera que tem doutorado em conhecimentos gerais através de WhatsApp vai ter que procurar melhor para saber, as correntes que você recebe e acredita completamente não vão ajudar, já avisando. 

Não é só da corrupção na política que o nosso país vive. É de corrupção na sociedade, corrupção do ser humano. Para todas as pessoas que acham que vivemos deste mal há 10,15,20,30 ou 50 anos. Não, vivemos de corrupção há 516 anos. Pergunta para um índio. Aposto que o relato dele comprovará isso. Talvez você nunca se tenha dado conta disso porque já nem lembra que existe o dia do índio. Pra que lembrar? O índio é um preguiçoso, né? Não, ele não é. As tradições indígenas mostram que devemos trabalhar para nosso sustento, respeitar leis, hierarquias, os mais velhos, os papéis na sociedade e devemos ensinar nossos valores a nossas crianças. E não é assim que nossa sociedade deveria ser?

Mais um dia do Índio... Mais um ano que me pergunto onde estão todas as pessoas que só querem um mundo melhor. Mas nunca é "só"! O "só" não está nos levando a lugar nenhum que não seja o desamor.


Meu respeito à família deste índio (como tantos e tantos outros) que foi brutalmente e covardemente assassinado.
Feliz Dia do índio!!!!



Sobre o Autor:
Natalia MenezesNatalia Menezes |  Twitter  |  Todos os posts do autor
Amante de futebol, música, filmes e livros, sempre foi apaixonada por histórias, seja lá de qual maneira forem contadas. Ama tanto lidar com o abecedário em forma de frases e parágrafos, que acabou se formando em Letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©