segunda-feira, 2 de maio de 2016

Resenha | Feliz Ano Velho (Marcelo Rubens Paiva)

Título: Feliz Ano Velho
Autor: Marcelo Rubens Paiva
Editora: Objetiva
Número de Páginas: 272







Sinopse: A partir do acidente que sofreu ao dar um mergulho e bater a cabeça, Marcelo vê sua vida mudar radicalmente. Seus dias no hospital, as visitas que recebeu, as histórias que viveu são relatadas sob uma nova perspectiva: a de um jovem que sempre fez tudo o que podia e queria, e que, agora, sentado em uma cadeira de rodas, vê-se impotente diante dos acontecimentos, dependendo da ajuda de amigos e familiares para reaprender a viver.


Olá! Tudo bem com vocês?

Vou começar o "Sentimentos..." de hoje falando um pouco sobre mim... Eu aprendi a ler bem novinha, antes mesmo de entrar na escola. Tudo por incentivo da minha mãe que sempre foi uma leitora compulsiva! 
No entanto, durante muito tempo, não tínhamos dinheiro para ficar comprando livros. A maioria de meus livros infantis herdei de um primo mais velho, depois, visto minha paixão por Gibis, duas tias fizeram assinaturas para mim e, mais tarde, já não me satisfazendo os infantis, comecei a ler os livros que tinham em casa e na biblioteca da escola (que não era muito "farta").

Em casa não tinha muita coisa e, parte do que tinha ainda não me interessava. Foi aí que minha mãe começou a me levar na Biblioteca Municipal da cidade. O que, na época, me parecia um paraíso literário. 

A primeira vez que entramos juntas lá, ela foi me apresentando livros que havia lido e gostado, e que achava que se adequavam ao meu interesse e idade. E foi assim que conheci o "Feliz ano Velho", de Marcelo Rubens Paiva, obra que iremos conversar hoje. 

Eu devia ter uns 09 anos quando o li pela primeira vez. E foi encantador! 
Foi o primeiro contato que tive com uma narrativa que nada tinha de infantil, com um tema bastante difícil e que, na verdade, torna-se uma leitura leve e gostosa pela forma como o autor a conduz, sempre em primeira pessoa e com o cuidado de não torná-la formal em nenhum momento. 

O livro parece um grande bate-papo. Como se sentássemos para ouvir Marcelo nos contar de seu acidente, do que aconteceu após este fatídico dia e, também, do momento político por qual passa o país. 

Tendo sido lançado em 1982, acredito que realizei a leitura por volta de 1994, então muita coisa ainda era bastante atual, a linguagem do autor era familiar, e os acontecimentos (mesmo que alguns eu ainda não tivesse compreensão completa sobre) eram recentes e fácil de recorrer à memória dos mais velhos...rs

Enfim... Na época, "Feliz Ano Velho" foi uma leitura deliciosa e ficou no meu ranking de livros preferidos por muitos e muitos anos. 

O que eu não esperava era que, na verdade, a memória que eu tinha do momento em que o li, que o tornava meu livro preferido. 
Explico: Reli "Feliz Ano Velho" este ano. No comecinho de janeiro, para ser mais precisa. (Sim, a resenha demorou. sobreviveremos). Acontece que, desta vez, a leitura não foi tããão maravilhosa assim. 

É um bom livro? É. A narrativa segue sendo deliciosa? Segue. As mesmas impressões sobre parecer ser um bate-papo e tal, ainda mantenho. Mas já não me encantou tanto. 

O livro é recheado de tiradas machistas do autor ("comuns" à época), e alguns acontecimentos que, em alguns momentos, chegam a ser cansativos. Acabou sendo uma leitura arrastada, bem diferente do que imaginei que fosse acontecer.

Uma pena! 

Mas, se você nunca o leu, vale a pena! Não é um livro ruim. Só não é um dos meus preferidos como pensei ser, por tantos anos! 

Vale pela reflexão. Vale pelo ensinamento que, mesmo sem pretensão, nos deixa: o de vivermos a vida e aproveitarmos ao máximo. 

Quotes: 


"Do céu não cai nada além de chuva e avião sem gasolina"

" - O negócio é o seguinte: o passado aconteceu, foi bom, mas não volta mais. Agora a gente tá noutra. Você está na beira de uma escada e tem muitos degraus pra subir. Cada degrau é uma tremenda vitória que tem que ser muito comemorada. Olhar pra trás não adianta. Aconteceu."


E, vocês? Já leram? Contem pra gente nos comentários.
Beijos, e até a próxima!


Sobre o Autor: 


Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©