sexta-feira, 27 de maio de 2016

Resenha | O Sal da vida (Françoise Héritier)

Título: O Sal da vida
Autor: Françoise Héritier
Editora: Valentina
Número de páginas: 108




Sinopse: Existe uma forma de leveza e de graça no simples fato de existir, que vai além das ocupações, além dos sentimentos poderosos e dos engajamentos políticos. É sobre isso que este livro fala. Sobre esse pequeno plus que nos é dado a todos: “O Sal da Vida”. Nesta meditação, nesta espécie de poema em prosa em homenagem à vida, totalmente íntimo e sensorial, a renomada antropóloga Françoise Héritier vai atrás das pequenas coisas agradáveis (às vezes nem tanto) às quais aspira o mais profundo do nosso ser: as imagens e as emoções, os momentos marcados de recordações que dão sabor à vida, que a tornam mais rica e mais interessante do que muitas vezes acreditamos que ela seja, e que nada nem ninguém poderá nos tirar, nunca, jamais!



Oi genteee, tudo bem com vocês? Aproveitando o feriadão pra colocar em dia as leituras atrasadas? 

Bem, como estou passando por um momento de Licença do trabalho (talvez fale sobre isso mais pra frente... ), tempo por aqui é o que não falta... Então, claro, tenho aproveitado para fazer aquilo tudo que amamos: ler, ver filmes e séries =D. 

Uma das minhas últimas leituras me surpreendeu MUITO. Explico: Acompanho as redes sociais da Editora Valentina e estou sempre de olho em seus livros... Em uma dessas olhadas, o título de uma obra me chamou atenção: "O Sal da vida". E, mais ainda, o que vinha a seguir: "O que faz a vida valer a pena!".

Nessa vida turbulenta em que geralmente vivemos, parece que muitas vezes nos distanciamos daquilo que de fato vale a pena ou, simplesmente deixamos passar despercebido o que deveria ser importante. 

Reduzimos a pequenos detalhes momentos/situações/oportunidades... Enquanto estamos nos ocupando com reclamações, tarefas desgastantes e sentimentos angustiantes, a vida está acontecendo... E se você quiser, ela pode valer a pena!

Em "O Sal da Vida",  Françoise Héritier, uma renomada antropóloga, recebe um cartão-postal de um amigo que está passando uma semana que chamou de "roubada" na Escócia. Este amigo, seria um médico dedicado exclusivamente à sua função e seus pacientes. Cansado, tomado de esgotamento físico por conta de sua entrega à profissão, estaria ele cada vez mais distante de sua própria vida!

Após refletir em cima da frase do cartão do amigo, Françoise nos presenteia com um compilado de sensações, opções, recordações, que dão sabor à vida! 

O livro é delicioso, saboroso, inspirador e completamente reflexivo. Fechei a última página com uma leveza na alma e uma vontade imensa de repensar minha vida e o que estou fazendo com ela. Foi o livro certo, no momento ideal!

São tempos de turbulência por aqui e, nestes, é comum focarmos no que há de pior, de mais negativo nos rondando. Fechando os olhos para tudo o que há ao redor, para tudo aquilo que forma nosso dia, que molda nosso cotidiano, que embala nossa semana...

"O Sal da vida" vem para ficar em uma espécie de resgate de nós mesmos. Resgate do que temos de melhor, do que a vida tem de mais bonito, do que verdadeiramente importa!

Toda vez que as coisas parecerem ruins e eu estiver esquecendo que há um mundo inteiro lá fora me esperando, vou abrir uma página desse livro e, rapidamente, relembrar o porquê a vida é tão encantadoramente singular e bela! 

A autora termina o livro com o seguinte questionamento: "Para você, o que representa O SAL DA VIDA?". Sendo assim, deixo aqui meu registro:

Meu sal da vida é...

o sorriso do meu filho, sua saúde em dia e felicidade escancarada. O companheirismo do namorido, sua paciência e dedicação constante. A gargalhada da minha mãe, sua força inesgotável e seus raros momentos de serenidade. O abraço apertado do Enrique, seus olhos cheios de vida e energia contagiante. Os primos-sobrinhos, os sobrinhos-emprestados, os afilhados queridos, e cada aluno que já sentou diante de mim. Os Sampaio-Magalhães que me deram um significado a mais para o conceito de família. A afinidade com a tia-mãe, o porto-seguro do tio-pai. Cada lembrança da avó Mafalda "de antes" e a sensação indescritível de paz quando a "de hoje" olha pra mim. As quatro primas que já foram irmãs e, hoje, mesmo que mais distantes, ainda têm todo meu amor. As notícias boas de cada um que amo. As lembranças boas dos amigos do passado.
A relação inominável com a Lu e a extensão ao Di, a amizade que resiste ao tempo da Naty, a conexão que só pode ser de outras vidas com o Junior... 
Ao encontro de almas com o Fer, a maneira de encarar a vida da Mara, o amor indescritível do Julio, a parceria do Vic, a existência do Máhmis, o carinho indispensável da Ju (CaJu). A entrada de cada um deles em minha vida.
E todo amigo que fica!
Brigadeiro de panela, chiclete e pipoca. Comida Japonesa, churrasco e a cerveja gelada na varanda cheia da Maria.
Piscina com pouco sol, dias frios embaixo do edredom, aquelas séries que viciam, o filme que faz chorar, os livros já lidos, os livros que ainda irei ler, o livro que alguém está lendo... Cada HQ já coloriu minha vida.
Cada sinal do whatsapp, o facebook que me mostrou outros mundos.
O pôr-do-sol e o nascer dele no outro dia. As nuvens de algodão. O vento batendo na mão pela janela do carro. O barulho do mar.
Os dias de ócio, e aqueles de trabalho bem feito. 
The Beatles na vitrola, Alice em seu país das maravilhas e Mário Bros no video-game. Corujas em todo lugar. Presentes inesperados e, também, os esperados. 
Metas alcançadas, realizações, sorrisos rasgados e serendipidade. 
Sororidade. Empoderamento da mulher. Feminismo.
Amor sem favor. 
Reciprocidade!


Acho que poderia continuar escrevendo até formar meu próprio livro...rs 

E pra você, qual é o SAL DA VIDA? 

Quase tanto quanto a leitura deste livro, falar sobre ele foi uma delícia! Leiam. Encontrem o sal da vida de vocês e, principalmente, não o deixe ser sufocado pelas mazelas do dia a dia.

"O Sal da Vida" é uma ode à vida! Aprecie!

Um beijo pra vocês e até o próximo post! <3


Sobre o Autor: 


Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!




Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Oi! Que gracinha esse livro, adorei a ideia e acho que ele viria bem a calhar num momento como esse. Parece aquele tipo de leitura que é obrigatória na nossa vida!
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gislaine! O livro vale muito a pena, mesmo!! Se embarcar nessa delícia, conta pra gente depois o que achou! :)

      Excluir
  2. Amiga, que resenha linda... Só me fez ficar com muitaaaa vontade de ler o livro... E saber que eu faço parte do Sal da sua vida, me deixa muito mais do que feliz!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é o sal e a pimenta da minha vida, afinal, como boa baiana, não poderia faltar uma pimentinha!!!! <3
      O livro é ótimo! Leia!

      Excluir
  3. Que resenha maravilhosa!!! E que texto é esse, MEU DEUS!!! JÁ QUERO ESSE LIVRO. Preciso, aliás!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Larissa!!! <3 Leia mesmo, vale super a pena!!!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©