segunda-feira, 13 de junho de 2016

Eliza, o que você tem? - Parte 1

Oi gente, tudo bem por aí?



Bem, vocês sabem que, desde o início deste blog, o foco dele é: Literatura, Cinema, Música e Textos (divididos em crônicas, poemas, opiniões...). E o Blog segue sendo focado nesses nichos, pois, nosso interesse é em divulgar cultura de todas as formas possíveis!!!


Porém, mesmo que utilizando a coluna "textos", farei uma série um pouco diferente... Vou falar de saúde, e de uma forma extremamente pessoal e informal. Pessoal, porque vou relatar o que já passei e o que estou passando por conta de uma doença bem pouco conhecida. É minha experiência nua, crua e cheia de dúvidas. 
E informal, porque usarei apenas o conhecimento que eu tenho, sem termos médicos de difícil compreensão (até pra eles) ou coisas assim... Vamos bater um papo, ok?

Os posts serão divididos em partes, para que não fiquem enooooomes... Porque muita coisa pra contar TEM. 

Também preciso explicar o porquê de resolver fazer isso. Me expôr tanto dessa forma, para pessoas que não conheço e, justamente em um momento que o Blog está crescendo.... 

"Fazer um drama pra angariar views?" 

Nunca. Primeiro porque quem acompanha o Blog é bem mais inteligente do que isso e, se aqui estão, é pra trocarmos ideias culturais. Segundo porque eu tenho dificuldade de falar até com as pessoas mais próximas a mim, imagina em um local que qualquer pessoa possa ter acesso!?

"Por que então?"

Simplesmente porque chega uma hora que se não colocar "pra fora", engasga e não tem mais jeito. 
E antes que perguntem porque não procuro especialistas pra falar sobre, já respondo: Estou com todos os especialistas que me são necessários. Mas é através da escrita que sempre me aliviei. A diferença, é que só compartilho àquilo que caiba em qualquer pessoa. Algo assim, tão meu, tão interno, fica numa pastinha escondida, ou até mesmo vai pro lixo após o desabafo feito.

Dessa vez resolvi "botar a cara no sol" e falar. Falar sem medo de ser julgada, questionada sobre os motivos que me levaram a isso, sem medo de que sintam pena, ou mesmo que achem que seja exagero. Achem o que achar, leiam o que quiser, SE QUISER. Escrevo, hoje, pra quem me acompanha, que demonstra carinho nas redes sociais, que me compartilham (Sentindo-me uma blogueira famosa, haha).... É pra vocês, e pra qualquer amigo, que venho aqui hoje, dar o primeiro passo para começar a contar o que estou passando. E talvez, você aí, de frente ao seu computador ou celular, leia isso e se identifique. 

Isso acontecendo, quem sabe a gente se ajude? 

Então, se tiver interesse em acompanhar tudo isso, fica comigo, comenta aí nos comentários, na page, Instagram, todos os lugares que vocês já conhecem... Que, logo menos, venho com o início de tudo! 


Beijos, e até o próximo post!




Sobre o Autor: 
Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Tô aqui para acompanhar todos os textos, mesmo conhecendo uma parte da história de tudo que aconteceu e tem acontecido... Escrever é dar forma a nossa alma e sentimentos... Tenho certeza que muitas pessoas irão se identificar e você irá ajudá-las com suas palavras... Mas além de tudo isso, você irá se ajudar..

    Te amo, marida!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio nesse momento, e sempre! Não é a toa que é minha marida! Amo vc!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©