segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Resenha | Amor Imortal - Obsessão (Halice FRS)

Título: Amor Imortal - Obsessão (Livro 1)
Autor: Halice FRS
Editora: Ler Editorial
Número de páginas: 342



Sinopse: Qual a razão de ter vida eterna quando a existência é vazia?Ethan McCain resolveu a questão retomando sua antiga profissão de advogado criminalista.Convivendo entre os humanos, servindo-os e servindo-se deles, conseguia alguma diversão.Boêmio, mimado e egoísta, o vampiro segue livre em sua farsa pelas ruas de Nova York.McCain acreditava ter tudo, merecido ou desejado, até encontrar Danielle Hall no Central Park, sozinha e desprotegida. Atraído por tão excitante odor ele a segue, decidido a conquistá-la, seduzi-la e descartá-la.O que o vampiro não previa era que naquela mesma noite um inimigo o espreitava, disposto a destruí-lo, e que a frágil humana carregava o símbolo de sua derrota.A partir daquele encontro Danielle virou sua obsessão, mas também seria sua perdição.





Oi gente!
Que saudades que eu estava daqui. Ando muito sumida, mas a notícia boa é que a partir de agora vocês terão que me aturar um pouquinho mais hahahaha.
Hoje vou falar com vocês de uma história que eu costumo brincar com minhas amigas que é História com H maiúsculo, porque é muito mais do que uma simples historinha de amor e poder.
Talvez muitas pessoas vão pegar este livro e imaginar que é um “Crepúsculo” passado em outro contexto. Engana-se muito quem pensar que “Obsessão” é mais desses clichês sobrenaturais. Esta história ultrapassa qualquer “senso comum” e nos cativa justamente por isso.
Ethan é um advogado de sucesso, poderoso, rico, dominador, conquistador, indomável, mas o que ninguém sabe é que esconde um segredo: ser vampiro. Acostumado a ter as mulheres para satisfazer suas necessidades físicas, sejam sexuais ou alimentares, ele jamais espera se apaixonar por alguém. Até porque, do jeito que a vida dele anda, está do jeito que ele quer, fora que assim os riscos de seu segredo ser descoberto é muito menor.
O livro começa nos contando que como ele virou um vampiro e o quanto isso foi um impacto para ele. A cena é forte, mas te faz querer saber tudo que está por vir nessa vida imortal que ele passou a ter. Nos faz questionar  se ser imortal seria realmente algo bom, que valesse a pena cada sofrimento que um vampiro  tem. Para mim, em especial, me fez refletir como seria o mundo se realmente existisse pessoas assim.
De cara a gente fica sabendo que Ethan possui uma marca e somente quem tem uma igual é capaz de destruí-lo. Muito da trama estará ligada a esta marca e por isso é importante perceber todos os detalhes da história. É claro que este é só o primeiro volume, então, muita história está por vir. No entanto, fiquem ligados em tudo do livro que envolver esta marca.
Importante ressaltar aqui também que Ethan tem um casal de amigos, Thomas e Joly, que também são imortais e a família dele. É uma amizade tão linda, tão verdadeira, que o casal é fundamental para o desenrolar do enredo e de como o advogado ficará ao longo do livro. Eles são tão importantes, que Thomas até influenciou na alimentação de Ethan, que não quis deixar de se alimentar de sangue humano, como o amigo fez, mas passou a matar a escória e não pessoas de bem.
E foi justamente indo atrás da escória que Ethan avistou Dana pela primeira vez, o que o fez ficar muito perturbado, pois não tirava aquela mulher de sua cabeça. Ele ficou tão obcecado, que seus prazeres momentâneos com as mulheres deixaram de valer a pena.
E aí todo mundo pensa que Dana é uma mulher muito frágil e completamente desprotegida... Gente, foge do clichê porque este livro não tem. Ela não é assim. É namorada de um homem rico, gatão, advogado (também), apaixonado por ela – e a gente vê quando a conhecemos que ela também é apaixonada por ele – e que se dependesse de seu namorado (Paul) eles se casariam logo. Dana, no entanto, ainda não quer casamento, pois sua prioridade no momento é a carreira. Ao longo da história eles se separam e Dana não consegue entender.
A partir daqui começa a “saga” de Ethan para ter aquilo que mais quer: Dana. Acostumado a ter tudo, principalmente as mulheres que deseja, ele não aceita não tê-la para si, mesmo que ela seja comprometida. É tão forte a obsessão dele por ela, que Thomas e Joly interferem para que ele não mate Paul – que aliás é um grande admirador da carreira gloriosa de Ethan. Isto é o exemplo claro do dito popular “que mundo pequeno”.
O que esta história dará? Só lendo os próximos livros. Neles estarão se Ethan e Dana têm futuro, se ele mudará o jeito implacável e às vezes cruel que possui – teve horas que senti raiva dele e queria mais que ela ficasse com o Paul mesmo – quem é o inimigo que Ethan tem e que ainda não está nada claro, como Thomas e Joly participarão dos próximos livros, quem descobrirá o segredo de Ethan, se Dana e Paul irão retomar o namoro, enfim, ainda tem muita “água para passar neste rio” e eu confesso que estou muito curiosa para saber. Até porque a série tem quatro livros, que se forem tão bem escritos quanto este, tem tudo para também conquistar o meu coração.
Leitura que recomendo muito. Livro quem tem emoção, surpresas, erotismo – sem ser excessivo ou vulgar – paixão, amor, amizade, reflexões sobre o que é viver. Estou realmente esperando chegar lá no final do quarto livro e não conseguir parar de pensar nessa história que começou com pé direito.

E aí, gostaram? Já leram? Conta pra gente!
Até a próxima!

Sobre o Autor:
Natalia MenezesNatalia Menezes |  Twitter  |  Todos os posts do autor
Amante de futebol, música, filmes e livros, sempre foi apaixonada por histórias, seja lá de qual maneira forem contadas. Ama tanto lidar com o abecedário em forma de frases e parágrafos, que acabou se formando em Letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©