quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Top 5 #1

Oi gente, tudo bem com vocês?

Coluna nova por aqui... Cada vez que o "Top 5" surgir no Blog, estaremos mostrando 5 itens favoritos de algum tema.

Pra estrear, escolhi:

"Personagens com as quais me identifico em séries"

1 - Lorelai Gilmore - Gilmore Girl



Para começar, Lorelai herdou este nome de sua avó. Eu Também! Teve a Rory, sua filha, bem nova, aos 16 anos. Eu, um pouquinho mais tarde, mas tão imatura quanto se tivesse a mesma idade, tive meu filho aos 19.

O relacionamento de Lorelai com os pais é bastante conturbado... Mal lembro do meu pai e, minha mãe e eu, vivemos entre tapas e beijos.

Mas, o mais importante, o que mais me identifico e tento me inspirar ainda mais nesta personagem, é a relação que ela construiu com sua filha apesar de todos os pesares. Uma relação de amizade, confiança, muito diálogo e honestidade. É assim que tento educar meu filho, esse caminho que espero estar trilhando!

Pra terminar, não sou tão viciada em café quanto ela, mas em junk food, cinema e seriados... Tamo junto! rs

2 - Mickey - Love



Posso dizer que Mickey, protagonista da série Love, da Netflix, tem um pouco de cada uma de nós. Dificilmente alguma mulher vai assistir e não se identificar em um aspecto que seja. 

Já na casa dos 30, Mickey é super descolada e, na maioria das vezes consegue esconder-se por trás de suas próprias dúvidas. 
Porém, desapegada de tudo, vive enfrentando problemas em seus relacionamentos amorosos, dificuldade em fazer novas amizades e tem um trabalho que serve para se sustentar e não necessariamente para lhe realizar e fazer feliz. (Olha eu nisso tudo aí!)

Mickey conhece um cara que nada tem a ver com o "tipo" com quem costuma sair. E, os poucos 10 episódios da primeira temporada, nos deixa conhecer um pouquinho desse cara e da relação que, com muito pé atrás por parte da protagonista, vai surgindo. 


3 - Trish Walker - Jessica Jones



Trish é personagem secundária e a melhor amiga de Jessica Jones, no seriado que leva o nome da protagonista.

Trish e Jessica têm um passado que fez com que a amizade das duas fosse fortalecida e eternizada. (Não darei spoiler, não se preocupem!)

O problema é que Jessica não é uma pessoa muito fácil de lidar: com personalidade muito forte, seus poderes e completo desapego pelo resto do mundo, Trish é seu ponto fraco, seu calcanhar de Aquiles, sua amiga pra vida toda. E, mesmo assim, ela consegue pisar na bola diversas vezes por conta de sua personalidade.

Porém, Trish consegue viver sua vida e ainda estar disponível sempre que Jessica precisa. Ou, ainda, sempre que a própria acredita que ela precisa. 
Trish é leal, amiga pra todas as horas, disponível, e, nunca está à sombra de Jessica. Ela se protege, começa a aprender defesa pessoal e outros tipos de lutas, tudo isso para não ficar na dependência da amiga.

4 - Christina Yang - Grey's Anatomy 



Christina Yang foi uma das personagens mais marcantes da série Grey's Anatomy, em minha opinião. 

Minha identificação com a personagem se resume em:  "A minha pessoa é uma amiga". Ter dificuldade pra me apaixonar, mas quando o faço, mergulho de cabeça e, claro, algumas vezes acontece de eu me ferrar - e muito!
Ter colocado o trabalho à frente de qualquer relação e/ou outros objetivos por muito tempo na minha vida (só que no meu caso não deu certo, não é mesmo!? =X )
Ter uma personalidade interpretada, muitas vezes, como arrogante e insensível.
Christina caga pra ser vista como bonita. Ela quer é ser brilhante naquilo que se propõe a fazer. E é isso! 

5 - Mônica Geller - Friends



Mônica Geller dispensa apresentações... Uma das três personagens femininas de um dos seriados mais queridos de todos os tempos: Friends.

Eu já tinha assistido esse seriado mil vezes, fora de ordem. Só este ano que assisti tudo na ordem certinha. E que diferença que faz!!!

Eu já vinha sacando as semelhanças com a personagem, quando o namorido falou em voz alta que eu era "muito a Mônica" e, pronto, virou piada interna!

Não tenho mania de organização (mas não se esqueçam do quartinho da bagunça que ela esconde do mundo). Porém, sou tão competitiva em jogos quanto ela, mesmo que valha um grande "nada". 

Meu relacionamento com minha mãe é beeem parecido com o dela. Tira um pouco da finesse e tens o meu.

Gosto de receber pessoas na minha casa. E se pudesse, teria meus amigos sempre por aqui. Entre outra muitas semelhanças que vou deixar para - quem sabe - um próximo post! 



Não deixem de dizer nos comentários o que acharam dessa nova coluna. Isso é muito importante para nós.
Beijooos, e até o próximo post!




Sobre o Autor: 

Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©