quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Resenha | Conquistada por um Visconde (Stephanie Laurens)

Título: Conquistada por um Visconde
Autor: Stephanie Laurens
Editora: HarperCollins Brasil
Número de páginas: 368

Sinopse: Londres, 1829. Decidida a escolher seu próprio herói, um que a deixe completamente extasiada e pronta para a felicidade conjugal, Heather Cynster declina convites para os bailes conservadores da aristocracia londrina e busca aventuras fora de seu círculo social. Ao ultrapassar as fronteiras de seu mundo seguro e comparecer a um sarau oferecido por uma dama de reputação duvidosa, Heather acaba entrando na cova de leões. Mas seus planos de independência são arruinados quando encontra, no meio do salão, o enervante Visconde Breckenridge. Amigo dos Cynster e, principalmente, dos irmãos de Heather, ele a toma pelo braço e a leva até a carruagem. Mas seus esforços são inúteis. A poucos metros de entrar no carro, Heather é interceptada e sequestrada por inimigos ocultos que buscam vingança contra os Cynster. Agora, o arrojado Visconde terá de provar que é realmente o herói que Heather tanto almeja... Escrito com maestria, paixão e toques de humor, Conquistada por um visconde é uma trama inesquecível, que deixará o leitor querendo mais após a última página. Composta por Stephanie Laurens, considerada a sucessora de Georgette Heyer e a principal referência de muitas escritoras de sucesso, seus romances têm como cenário a alta sociedade de Londres do período regencial. Conquistada por um visconde é a escolha certa para os fãs de narrativas cujos personagens são damas audaciosas arrebatadas por nobres sedutores.


Oi, gente! Tudo bem com vocês?

Se eu não estou enganada é a primeira vez que vou falar sobre um romance de época por aqui... Com a rara exceção de Jane Austen, preciso confessar que este não é um gênero que tenho o hábito de ler. Falta de costume, apenas. 
Quando tive a oportunidade de escolher entre alguns títulos da Haper Collins, optei por conhecer os dois romances disponíveis da autora Stephanie Laurens. E, o primeiro: "Conquistada por um Visconde"

Não escolhi pelo nome, tampouco pela capa, o fiz justamente por não ter o hábito de falar aqui sobre este gênero e decidi que deveria romper com isso, nem que fosse para decidir nunca mais ler nada sobre rs. 

A protagonista dessa história é Heather Cynster que, com seus 25 anos, sabe que se não casar em breve, tão logo passará a ser vista como a "solteirona" pela rígida sociedade de Londres de 1829. No entanto, Heather não considera a hipótese de um casamento por interesse, comum à época, inclusive. Como a maioria das jovens, ela sonha em casar-se com um grande amor.

Ler este tipo de história exige vestirmos a "capa do tempo", nos transportar para a época e entender o que de fato significava ser uma "solteirona" naquele contexto. É uma "viagem" gostosa e necessária de fazer, ou tudo perde o sentido. 

Temendo seu futuro, Lady Heather começa sua busca por um amor por bailes realizados por anfitriões com reputações bem duvidosas. Já que está cansada dos bailes tradicionais, em que só conhece rapazes enfadonhos. Mas, em momento algum, ela desiste da esperança de se apaixonar inesperadamente. 

Em uma dessas buscas, vai escondida em um sarau em que, tanto homens como mulheres com famas nada confiáveis, vão para se divertir. E é lá que ela encontra um amigo de sua família, o Visconde de Breckenridge. 

Sem pestanejar, o Visconde insiste e a convence a deixar o Sarau. Porém, antes mesmo de chegar de volta em sua carruagem, dois desconhecidos a sequestram!

Preciso abrir um parêntese aqui e dizer que - como não leio sinopses - eu não esperava este momento. Havia me preparado para um romance bem água com açúcar de triângulo amoroso que se resolve no final, e acabei surpreendida com uma ação e suspense que me tomaram de surpresa! 

O Visconde logo descobre o cativeiro de Heather, no entanto, não espere que ele chegará em um cavalo branco com uma espada e tudo se resolverá.
Inteligente e sagaz, a Lady já descobriu que seus sequestradores não têm a intenção de machucá-la. Ela nem mesmo era o real alvo deles. Em posse dessas informações, ela decide manter-se no cativeiro e descobrir o máximo de informações possíveis sobre esse sequestro e seu mandante  e, assim, impedir que qualquer coisa atinja sua família.

E é nesse ponto que o livro me ganhou de vez. Heather sai do papel de "mocinha a ser salva" para agente de sua história. Visconde de Breckenridge apenas aceita seu plano e arruma um jeito de encontrá-la todas as noites para colher as informações que ela conseguiu durante o dia e,juntos, irem decifrando esse mistério. 





"Damas como Heather Cynster deveriam vir com manual de instruções."



Em meio a muitas descobertas a serem feitas, dois personagens principais são muito bem construídos. A personalidade de Heather é descrita de forma que envolve. 

De repente, estava eu presa ao livro, sem conseguir parar de ler. 

Será que eles descobrirão quem é o mandante do sequestro? O motivo? E Heather irá, em fim, se render ao amor? Como? Quando?


Todas essas respostas você irá encontrar se deliciando com essa leitura surpreendente


E vocês? Já leram algum livro de Stephanie Laurens?
Contem-me o que acharam! 

Beijinhos e até o próximo post!!!



Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©