sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Resenha | Tudo e todas as coisas (Nicola Yoon)

Título: Tudo e Todas as coisas
Autor: Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 304



Sinopse: "Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."




Olá, tudo bem com vocês? Vamos a mais um "Sentimentos..."

Fiz essa leitura no ano passado e confesso que comecei com uma grande expectativa. Vi a postagem de alguém no instagram sobre tê-lo lido e gostado e acabei ficando com aquilo na cabeça. Quase nunca leio sinopses, mas essa eu li e, caso não tivesse feito isso, acredito que nunca teria feito a leitura. A capa é toda "fofinha", me remete a um livro nessa vibe e eu, por puro pré-conceito (sim, acontece às vezes, é o risco de não se ler sinopses) ia pensar tratar-se de um romance romântico bem teen e não despertaria meu interesse.

No entanto, li a sinopse e logo me despertou um grande interesse por ter uma personagem com uma doença - adoro - #aloka. Fiquei entusiasmada por não ser mais um romance com personagens com câncer. Eu, sinceramente, não aguento mais essa temática. São muitos livros e filmes e, por mais que cada um tenha um toque diferente, desde "A culpa é das estrelas" que não dá mais pra mim. 

A escrita de Nicola Yoon é bem cativante. A leitura corre com fluidez, de forma que você nem se dá conta que já está terminando o livro. Uma leveza típica dos livros YA. Não conhecia a autora, e não sou uma grande leitora do gênero, mas posso dizer com firmeza que "Tudo e todas as coisas" me conquistou.

Neste livro vamos conhecer Madeline, uma jovem de dezoito anos que nunca saiu de casa. Ainda bebê ela foi diagnosticada com uma grave imunodeficiência que faz com que ela tenha uma espécie de alergia do mundo. Qualquer coisa pode matá-la, desde um alimento, um contato com alguém vindo da rua, ou simplesmente o ar de fora de sua casa, lugar em que sua mãe - que também é médica - equipou para que a menina crescesse com o tudo o que precisasse. E assim vem sendo, nessa espécie de "bolha", Madeline vive apenas com sua mãe e com a companhia diária de uma enfermeira que passa o dia com ela já há muitos anos. 

Em seu quarto, Madeline possui muitos de sua paixão: livros. E, por isso, temos o prazer de contar com várias referências e citações durante a história, principalmente de "O Pequeno Príncipe". Como o livro é narrado em primeira pessoa, através de Madeline, temos trechos com as anotações que ela faz em seus livros, "resenhas", desafios, listas... Isso deixou a leitura muito interessante, pois aproxima muito o leitor, já que fazemos muito disso, não é mesmo?

A vida de Maddy baseia-se em uma rotina traçada por sua mãe e já acostumada por ela. Mas isso começa a mudar quando uma família muda-se para casa ao lado de nossa protagonista. 

Pela janela de seu quarto, Madeline avista Olly, jovem filho dos novos moradores da casa ao lado. Depois de um tempo, os dois começam a se falar através da internet e um sentimento nunca antes sentido pela menina começa a surgir. 

São longas conversas, até altas horas, o que faz com que a rotina de Maddy comece a mudar e isso não agrada sua mãe. 

A amizade dos dois começa a crescer e eles não estão dispostos a ficar apenas restritos à conversas virtuais. Muitas barreiras precisam ser rompidas. E, ao fazer isso, Madeline vai, cada vez mais, tomando uma vontade incontrolável de viver. 

Olly, ao mesmo tempo que representa riscos a ela, traz uma nova maneira de ver e encarar a vida. A personagem de Madeline vai se transformando durante a história, tal qual qualquer jovem apaixonada desta idade, mas muita coisa desenrola na trama. 

De romance, passamos para uma trama de aventura e suspense. E, tudo isso, de uma forma bem leve e inspiradora. 

Um livro lindo e uma leitura muito gostosa! Recomendo a quem quer algumas horas de tranquilidade. 


Beijos e até o próximo post!



Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©