sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Resenha | Emoções em prosa e versos (Suely Abardes)

Título: Emoções em prosa e versos
Autor: Suely Abardes
Editora: Ler Editorial
Número de páginas: 88

Sinopse: Com o objetivo de transmitir ao leitor um pouco de poesia, Suely Abardes nos apresenta textos que abordam os mais variados aspectos da vida, traduzindo sentimentos e emoções ante o cotidiano, o amor, a natureza e os diversos temas que afligem a alma.
Os conflitos entre o ser espiritual e o material, e as reações do ser humano em suas relações com todos esses contextos, também estão presentes nesta obra, inspirada nas experiências da própria autora ou através da visão de outras pessoas frente a tais experiências.



Voltando à normalidade com as postagens do Blog e, como prometido, tentando colocar a vida, a saúde e a mente em ordem, vamos conversar hoje sobre um livro da parceira Ler Editorial que recebi no mês de Junho. 

Suely Abardes é graduada em Letras pela UERJ, dedicou-se à educação infanto-juvenil desde cedo e, após sua aposentadoria, especializou-se em produção poética. 



"Emoções em prosa e versos" é seu terceiro trabalho e, como Catia Mourão - editora, diagramadora e responsável pelas delicadas palavras da orelha do livro - bem escreveu: 

"Cada página deste livro é fruto de uma observação profunda e delicada sobre os temas que causam inquietude na alma e demonstram toda a sensibilidade da autora."

A psicóloga Jennifer Delgado Suárez diz em seu artigo "Esto es lo que pasa en tu cerebro cuando lees una poesía" que:

"Poesias são dardos em forma de palavras que vão direto para a parte mais emocional do nosso cérebro. Há poemas que despertam um tsunami emotivo real e nos arrepiam."

Nas 88 páginas deste pequeno livro, passamos por incontáveis sensações. A cada página, cada verso, um novo sentimento, uma nova emoção. 

Em "Confissões", uma prosa encantadora já nas primeiras páginas, a autora desnuda sua alma e é imediata a conexão com o restante da obra! 

"Acho que a única paixão que perdurou pela vida toda foi lecionar, e escrever, escrever e escrever."

É um livro para se ler em alguns minutos. Reler. Deixar na cabeceira e degustar com a calma que ele merece. Permitir-se o prazer que cada verso proporciona. 



Foi uma experiência muito boa mergulhar nas palavras de Suely. "Eu e a Canção" me deu um aperto no peito que não sei explicar o porquê. Mas poesia é isso, né!? Cada um percebe e sente de uma maneira!

"Esta canção, na voz do vento, traz uma amargura lúcida que me entorpece. Vê a imensa solidão de minha alma e caminha comigo, lado a lado. Com os passos amarrados, presos ao lodo da areia, seguimos juntas. 
A feia cara de uma tristeza antiga, derrama-se em minha vida e no meu coração.
Sou como essas areias presas ao lodo, que acariciam os pés daqueles que, distraídos, se inebriam com paisagem, e alheios, lhes pisam sem notá-las ou as desprezam, caso as percebam."




Super indico! 
Depois me contem o que vocês sentiram e quais os seus preferidos.




Beijos e espero vê-los no próximo post.

Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©