23 de fevereiro de 2018

Minhas Impressões | Lady Bird (Projeto Oscar 2018)



Lady Bird: A Hora de Voar - Poster / Capa / Cartaz - Oficial 1




Título Original: Lady Bird

Ano de produção: 2017

Direção: Greta Gerwing

Estreia no Brasil: 15 de fevereiro de 2018

Duração: 93 minutos

Nota: 9 /10

Sinopse: Sacramento, Califórnia, 2002. A estudante Lady Bird (Saoirse Ronan) está no último ano do colégio e não faz ideia do que fazer depois que se formar. A convivência com sua mãe, uma enfermeira, é sufocante. Tudo o que vai acontecendo na vida de Lady Bird só a deixa cada vez mais desnorteada.






Olá, pessoas! 

Hoje quero falar de um filme que me tocou muito. Antes de qualquer coisa preciso dizer que "Lady Bird" teve um hype bem grande - até ser deixado um tanto de lado com o, ainda, "queridinho" do momento A Forma Da Água e, talvez, se você for com muita expectativa, envolvida nesse hype, se decepcione. 

Este post faz parte do meu projeto do Oscar 2018, a tabela com todos os indicados está fixada no Menu > Desafios > Oscar 2018 Lista e, a cada filme visto, eu edito lá, mesmo antes de trazer as minhas impressões, ok!? 

Eu criei uma super expectativa, confesso. E já estava esperando o tombo, afinal, expectativas em filmes só servem para nos frustrar mesmo. 

Mas como um filme tão esperado por todos, com uma sinopse tão lugar-comum, poderia estar causando tanta espera nas pessoas? 

Em meio às dúvidas e expectativas já habitadas em mim, fui vê-lo e conhecer o que a jovem Lady Bird teria para me mostrar. E não me arrependi nem por um momento!

Veja as indicações do filme: 

Melhor Filme
Melhor Atriz - Saoirse Ronan
Melhor Atriz Coadjuvante - Laurie Metcalf
Melhor Roteiro Original
Melhor Direção - Greta Gerwig 

Eu sei que você pode achar esse roteiro um tanto quanto comum, afinal, quantos filmes de adolescentes passando pelas transformações naturais dessa fase, para muitos, enlouquecedora, questionadora, desafiadora, você já viu? Quantos filmes com jovens que vivem em uma cidade pequena, com ares bem interioranos, e sonham em sair dali para buscar seus sonhos onde eles podem realmente se concretizarem? 

É exatamente assim que Christine vive. Christine é seu nome de registro, mas ela mesma escolheu ser chamada de Lady Bird. Nome este que considera ter mais conexão com sua personalidade. 

Sua vida passa longe de se igualar a dos colegas de colégio. Por ser bolsista, estuda em um tradicional colégio católico da cidade, mas sua vida financeira nada tem a ver com os demais alunos. 

E tudo o que poderia haver de "lugar-comum" para por aí. O roteiro nos leva e trás diversas vezes, em uma montanha-russa singela de alterações para que você não se acomode com a história. 

*Crédito na imagem

Uma vez que a premissa é apresentada, você poderá esperar muitas coisas: poderá imaginar que virá uma história de desigualdade social forte, bullying, drama adolescente, romance água com açúcar, superação nível da pobreza a rockstar, namoros apaixonados... Sério, você pode através de uma cena esperar que tudo se desenrole para um lado... E a Diretora Greta Gerwing te leva para caminhos totalmente diferentes.


Lady Bird traz uma dor contida. Uma lágrima na garganta atravessada. O foco principal, o elo mais forte de todo o filme é, sem dúvidas, o relacionamento passivo-agressivo que sua mãe exerce sobre ela. Papel, inclusive, brilhantemente interpretado pela atriz Laurie Metcalfie




A forma como ela a ataca e a maneira como Lady reage é tão genuína que cheguei a esquecer que estava assistindo a uma obra fictícia em muitos momentos. 

Ao mesmo tempo, todo o peso que aquela mãe carrega nas costas sozinha e que acaba descarregando na filha. Que, por sua vez, mesmo com raiva, dor, ou o que quer que sinta no momento, no fundo compreende, e junto do amor que não deixa de existir, ainda adiciona sempre uma culpa que não tem estrutura para se livrar!

"Lady Bird" é um filme delicado. Um filme de entrelinhas. Um filme de se entender os pequenos detalhes, de se ver "além do que se vê". Com uma "raiz autobiográfica", Greta Gerwing fez muito bonito na direção dessa lindeza e conquistou, entre outras, a indicação de melhor direção ao Oscar: a única mulher indicada nesta categoria. Torcerei sim ou claro?





Vocês já viram "Lady Bird"? O que acharam?
Se identificaram com alguma relação, ou é uma realidade distante da de vocês?



Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!


Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Oi Eliza, tudo bem?
    Estou tentando assistir também os filmes indicado ao Oscar, esse é meu próximo. Estou tentando não criar muitas expectativas depois do tombo que levei com Me Chame Pelo Seu Nome, que odiei, mas sua resenha está tão boa que aaaain... quero ver logo!

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Claris! Assisti "Me chame..." e também levei um tombo, menina! Vou falar dele aqui e espero que mais pessoas me entendam! hahha

      Beijooos

      Excluir
  2. Essa foi a primeira opinião que li sobre o filme e me convenceu de vez de assisti-lo! Lady Bird realmente tem um enredo "comum" mas precisa ter algo muito especial para ter esse destaque todo e quero muito assistir para entender bem do que as pessoas estão falando em relação ao filme.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Do Oscar só assisti ao me Chame Pelo Seu Nome, inclusive já resenhei no meu blog. Vou tentar assistir alguns indicados a tempo da premiação, pois adoro torcer. Sobre roteiros simples, parece que tem mais filmes assim esse ano. A academia está em uma vibe diferente.

    Ótimo post

    www.coisastriviais.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beto!
      Vou passar lá pra ler sua resenha sobre "Me chame...". Esse filme dividiu opiniões, né!?

      Obrigada pelo carinho.
      Beijooos

      Excluir
  4. Oi Eliza,
    AAAAAAAAH tão feliz que você curtiu. É muito queridinho né?
    Também me identifiquei com tanta coisa! Com o relacionamento com a mãe então, nossa! As atrizes são ótimas mesmo e amei e muito o trabalho da Greta. Torcendo pra que sua carreira como diretora gere ainda mais trabalhos lindos. Amei sua crítica.

    P.S.: HAHAHAHAHAHAHA imaginando o que o "clube da problematização" ia arrumar com A Tempestade.
    Agradeço os elogios, assim você me deixa sem graça haha

    bjs e não esquece de visitar a Cultura! :P

    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muiiiiito amor, Nana!!! Amei!
      Estou nessa torcida por vida longa à carreira de Greta também.

      Beijooos <3

      Excluir
  5. Oi Eliza, infelizmente não rolou de minha parte empatia com a protagonista e talvez por cupa do hype rolou uma mega decepção, Lady Bird acabou sendo o menos preferido do Oscar pra mim... mas eu fico feliz que tenha te tocado e vc tenha gostado, nada como a gente se emocionar com os filmes <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Expectativa alta é irmã da decepção... Sei como é! Acabou de acontecer comigo com outro filme que vou falar ainda antes do Oscar aqui! Que pena que não rolou pra você... Mas é assim mesmo. <3

      Beijooos

      Excluir
  6. Pretendo assistir este filme neste final de semana e fiquei com muito medo de que você fosse dizer que é ruim, porque como você disse, estou com as expectativas lá em cima e isso pode acabar em decepção.
    Fico feliz que o filme seja bom, espero achar isto mesmo. Pelos trailers, acho que ele será ótimo. Espero gostar.

    Beijos.
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste, que tenha uma boa experiência!
      Me conta depois!!!

      beijooos

      Excluir
  7. Oi Eliza!
    Tb tô vendo os filmes do Oscar pra fazer um post falando um pouco sobre eles, falta só Me Chame pelo Seu Nome.
    Ao contrário de vc eu achei Lady Bird mt fraquinho! :/ Sábado eu posto minhas opiniões, depois vc vê lá!
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michelly! Vou ver sim! Quero saber o que você vai achar de "Me Chame..." também!!! Beijooos

      Excluir
  8. Verdade, é bem normal essa questão da transformação.
    Porém, há diretores que fazem de forma incrível que se torna um trabalho diferenciado.
    Fiquei querendo ver.

    Tenha uma excelente semana.

    Beijos,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Eliza

    Fico contente de ter lido suas impressões. Eu li muitas reviews que falavam sobre decepção, sobre o filme não ser isso tudo, mas mesmo sem ter assistido ainda eu já imaginava que sua beleza estava mesmo na simplicidade. Muitas histórias não precisam de muito para serem maravilhosas, o que sinto ser o caso desta. Pretendo assistir até domingo! :)

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©