23 de abril de 2018

3 motivos para ler "Últimas Mensagens Recebidas"

Hey, genteee! 

Tudo bem do lado daí? 

Hoje eu li - numa sentada só - o livro "Últimas Mensagens Recebidas", com organização de Emily Trunko, e quero compartilhar com vocês alguns porquês que eu penso que todos deveriam ler esse livro tão lindo!


Quando tinha apenas 11 anos, Emily Trunko, uma moradora de Copley - uma pequena cidade de Ohio - criou um Blog de resenhas literárias. Bem gente como a gente! 

Aos 14 anos, criou um Tumblr com o nome "The Last Message Received". A intenção era aproximar adolescentes que estivessem vivenciando um mesmo problema: um coração partido, um luto, uma saudade sem fim... Adolescentes que tivessem recebido mensagens de despedidas ou, simplesmente, guardassem aquela última mensagem trocada com alguém querido com quem nunca mais voltou a falar: seja por um término ou uma perda fatal.

O Tumblr fez um imenso sucesso, outra conta foi criada (falaremos sobre isso noutro post), Emily recebeu - e recebe -  inúmeras mensagens, inclusive de outros países. Todo esse sucesso, penso eu, dá-se por conta de vivermos em um mundo ainda muito carente nas relações afetivas em geral. Com exceção das mensagens em que houve um fim trágico para uma das partes, a maioria das mensagens demonstram o quanto o ser humano carece de empatia, amor e responsabilidade "com aquilo que cativas". 

Há inúmeras maneiras de se terminar um relacionamento, se afastar de um "amigo", romper uma relação que não lhe satisfaz, sem precisar ser cruel. Por que muitos ainda escolhem maneiras imensamente desvastadoras para fazer isto?

❤️

Últimas Mensagens Recebidas


É sobre isso que se trata o livro "Últimas Mensagens Recebidas", uma coletânea com algumas destas mensagens recebidas anonimamente por Emily Trunko para o Tumblr.  E, por que ler este livro?
Título: Últimas Mensagens Recebidas
Autor: Emily Trunko (Organizadora)
Editora: Seguinte
Número de páginas: 176

Sinopse: Quando uma mensagem é a última, ela pode significar um fim, uma perda, ou até um alívio. E se você fosse o destinatário? A partir de contribuições anônimas, a jovem Emily Trunko reuniu nesta coletânea mensagens que contam histórias reais sobre os mais variados tipos de despedida: o fim de uma amizade, o término de um relacionamento ou até mesmo um acontecimento trágico que muda a vida do destinatário e do remetente para sempre.
Enviadas por celular, por e-mail ou pelas redes sociais, essas mensagens narram perdas profundas e inspiram muita reflexão. Será que não deveríamos expressar mais o amor que sentimos pelas pessoas enquanto isso ainda é possível? Ou, em alguns casos, nos afastar o quanto antes daquelas que nos fazem mal?


❤️





1 - Ele te impulsiona a abraçar o mundo! 

Em cada mensagem que lemos, a sensação é de querer abraçar cada pessoa que passou por aquela situação. Dar um colo, um aconchego, segurar a mão, dizer que "tá tudo bem", que "Vai ficar tudo bem" apesar de tudo. 

Viver não é para os fracos. Mas a gente tem o direito de não dar conta, de pedir socorro, de chorar, se despedaçar... Em cada página deste livro, vamos imaginando em quantos caquinhos cada pessoa daquela se quebrou. E a vontade é de encontrar cada uma e ajudar a colá-los. 

Essa sensação nos dá força para enfrentarmos as nossas próprias dores. Nos fortalece para olharmos ao nosso redor e ajudarmos quem está próximo e vivenciando situações parecidas. 

Primeiro ele nos dá um soco no estômago, depois ele nos abre os olhos para o tanto de pessoas que podemos ajudar a amenizar uma dor, um problema... Impedir de tomar uma decisão nociva precipitada...




2 - Mensagens curtas, lições profundas. 

Assim como o título já demonstra, este livro traz "mensagens" mesmo. Mensagens breves, curtas, sucintas. Aquelas mensagens com poucas palavras mas que deixam bem explícito o que desejam dizer, o sentimento que querem imprimir. 

Como disse no item 1, algumas vezes trata-se de uma simples mensagem rotineira que foi interrompida por um acidente, impedindo que houvesse continuidade. Outras, são mensagens de despedida mesmo. Mensagens que pretendem passar, de forma bem curta aquilo que estão pensando e, muitas vezes, sem se colocar no lugar do receptor, o que é mais triste. 

As mensagens são do tamanho que precisam ser. Nada além. A partir daquelas poucas palavras já podemos refletir por muito, e muito tempo. É o tipo de livro que 'não termina quando acaba'. Pelo contrário, permanecemos refletindo, adentrando nas histórias, imaginando, criando, recriando... 

É, realmente, muito tocante.



3 - Você vai se colocar no lugar do destinatário o livro inteiro. Mas, invariavelmente, vai refletir como o remetente. 

É certo que lendo cada uma das mensagens, e as curtas explicações sobre os porquês delas terem sido enviadas, rapidamente nos conectamos a seus receptores. Conseguimos sentir, salvo às devidas proporções, um pouquinho das angústias contidas na leitura daqueles breves bilhetinhos. Mas, outro exercício bastante significativo e que vai acontecendo naturalmente durante a leitura, é quando passamos para o lugar de quem enviou cada mensagem.

De início, tudo parece absurdo, afinal, jamais seríamos tão cruéis, frias, abruptas. Mas, aos poucos, vamos repensando nossos atos, pequenas ações ao longo do tempo, palavras duras que poderiam ter sido ditas de outra maneira... lembramos de cada mensagem de whatsapp que respondemos com pressa, na correria do dia a dia... Aquele "te amo" que deixamos de dizer. Aquela explicação que sufocamos. Aquela mágoa que deixamos sair em forma de raiva. Tudo isso, sem pensar em como o outro estará recebendo, sentindo, lidando com tudo!



❤️

A Editora Seguinte foi impecável em todo o seu trabalho. Tradução, diagramação dos textos e imagens, capa linda e dura... O ponto super alto deste livro, é que as imagens se conectam de forma perfeita com as mensagens. Há as mensagens escritas, e as mensagens ilustradas também. As duas se completam de maneira a trazer significados tocantes e com significados que dispensam maiores explicações.

O trabalho da Emily com o Tumblr é fundamental para o acolhimento de pessoas em situação de desespero, tristeza profunda... Ali, sentem-se acolhidas, mesmo sem precisar se apresentar. Ali, encontram diversas outras pessoas passando por situações parecidas e até piores. Há uma sensação de pertencimento, de conforto... e, com isso, a certeza de que a vida continua!

A organização dessas mensagens em um livro vêm para atingir um maior número de pessoas e mostrar que ninguém está sozinho. Dói. Dói muito. Dói de uma forma que parece que nunca irá cessar. Mas precisamos continuar. Por nós mesmos, pelos que amamos, e por quem ainda nos ama!

Eu realmente amei esse livro!

❤️

Um beijo para vocês e espero vê-los no próximo post.



Liza AlvernazEliza Alvernaz |  Twitter - Skoob |  Todos os posts do autor
Pedagoga, especialista em Supervisão Escolar e Gestão de Ensino. Leitora compulsiva, libriana desastrada, apaixonada por filmes e séries, viciada em internet e corujas. Mora no interior do Rio de Janeiro, mas não desiste de ganhar e mudar o mundo!




Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Oi, Eliza
    Desde que foi lançado e eu descobri que eram sobre cartas que não tinham sido enviadas ou algo do tipo, eu me interessei pela obra porque adoro esse tipo de composição. Recebi os dois da editora mas ainda não chegou aqui em casa, então vou torcer para chegar logo.

    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai amar, Miriã! Se você já curte livros desse estilo, esses dois vão tocar fundo no seu coração. São realmente incríveis!!!

      Excluir
  2. Olá...
    Adorei o post!
    Coincidentemente, essa é a minha leitura atual! Estou amando todas as mensagens e cada uma está me marcando e me fazendo refletir a sua maneira... Sem dúvida é um livro emocionante, tocante e muito inspirador.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Uau Eliza que livro lindo!! Eu já tinha lindo alguma coisa na época do lançamento, mas não imaginava que seria tão carregado de sentimentos. Eu acho as mensagens de despedidas tão difíceis e concordo com vc em relação a nossa carência. A edição tb é muito bonita!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sentimento PURO, Mi!!! A edição é um show a parte, sério!

      Excluir
  4. Fiquei com muita vontade de ler os livros da Emily Trunko depois dos trechos divulgados pela Seguinte. Geralmente não é o tipo de obra que me atrai, mas o fato de serem mensagens de adeus verdadeiras deixa tudo com um toque mais especial e emocionante. Eu amo um bom drama e sou uma manteiga derretida sentimental, aposto que choraria horrorores.

    Blog | Lendo Outra Vez Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que vá chorar, sim... É bastante tocante!!! Uma leitura linda, sensacional.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Equipe Epifania | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©